100.2

Ludopédio: 8 anos | O interno e o entorno do futebol

Equipe Ludopédio

“E o tempo passa, torcida brasileira” diria Fiori Gigliotti. O tempo também passou para o Ludopédio! Faz oito anos que estamos no ar de maneira ininterrupta. A Equipe Ludopédio cresceu ao longo do tempo. Começamos com quatro integrantes (Enrico Spaggiari, Marco Antunes, Paulo Favero e Sérgio Giglio), mas logo um deles deixou o projeto (Paulo Favero) para trabalhar no Jornal da Tarde. Com tempo outros integrantes chegaram (Marco Lourenço e Max Rocha, e depois Victor Figols). Sem esse crescimento seria impossível manter a periodicidade e qualidade do material que publicamos.

Muita coisa mudou do momento em que decidimos criar um portal. Aliás, a criação de um portal demanda um trabalho diário e quanto mais o site cresce mais temos que ficar nele, responder emails, fazer novos contatos, etc. Nesse trabalho de formiguinha que fazemos há oito anos conseguimos nos estabelecer como referência aos pesquisadores e interessados em futebol. Esta era uma de nossas metas iniciais e conseguir atingir essa condição é, sem dúvida, motivo de orgulho para nós que fizemos esse projeto acontecer.

Entre as principais ações que temos feito nos últimos meses foi a implementação de textos diários em nossa Arquibancada. Como todos sabem a nossa sessão Arquibancada publica reflexões sobre o futebol. Como o próprio nome diz aceitamos uma pluralidade de pensamentos neste espaço, aliás, como deve ser toda Arquibancada.

Isso somente foi possível porque convidamos algumas pessoas a serem colunistas e, além dessas pessoas que escrevem individualmente para o portal temos outros colaboradores que pertencem a grupos de pesquisa. Estes escrevem em um sistema de rodízio. Também temos os colaboradores pontuais que não pertencem necessariamente a grupos de pesquisa que colaboram com o site, mas que querem escrever sobre futebol e também publicam nesse espaço.

Nesse texto de aniversário queremos agradecer todos os/as colunistas que acreditam em nosso trabalho. Na coluna de segunda-feira escrevem, em sistema de rodízio, os integrantes do Ludopédio; na terça-feira temos a coluna do Leandro Marçal que passou de quinzenal para semanal; na quarta-feira, temos a coluna do Marcos Teixeira com periodicidade quinzenal, a de Plínio Labriola (mensal) e de colaboradores; na quinta-feira escrevem mensalmente José Paulo Florenzano, José Carlos Marques, Gilmar Mascarenhas e Arlei Damo; na sexta-feira a coluna do Marcos Alvito passou a ser mensal, a de Bernardo Buarque e Raphael Piva também mensal e nas demais sextas entram os textos dos colaboradores; no sábado temos a coluna da Lu Castro e de Alexandre Fernandez Vaz, ambas quinzenais; e aos domingos entram os textos da coluna de Wagner Camargo (quinzenal) e dos demais colaboradores. Em breve teremos novos colunistas que já aceitaram o nosso convite para participar da Arquibancada.

Portanto, o sucesso dessa sessão deve ser creditado a essas pessoas que toparam, para além de suas atividades ordinárias, colaborar com o projeto do Ludopédio. Com isso, chegamos ao volume 100 da Arquibancada nesse mês de aniversário e até o final do mês de setembro de 2017 já havíamos publicado 1083 textos.

Logo do Ludopédio a partir de 2015.

Logo do Ludopédio a partir de 2015.

Claro, nas outras sessões mantivemos ou ampliamos a periodicidade da inserção de informações. A nossa biblioteca continua com um fluxo de informação diário. O mesmo acontece agora com o Museu. A cada dia novos materiais de colaboradores vão ao ar.

Em nossas entrevistas temos investido em diálogos aprofundados com os entrevistados. Sabemos que muitas vezes as entrevistas ficam longas, mas se não atingirmos a profundidade no diálogo com os/as entrevistados/as perderemos a chance de compreender o fenômeno futebol.

Uma outra boa notícia aos leitores do Ludopédio é que uma série de alterações e correções estão em andamento para melhorar ainda mais o portal. Caso tenha sugestões pode usar o espaço deste texto para deixar seus comentários.

A nossa ideia é que o Ludopédio esteja cada vez mais integrado entre as suas sessões e que mais pessoas colaborem com o portal.

Enfim, chegamos até aqui porque temos vocês do outro lado da tel do computador, do tablet e do celular. Agradecemos a confiança e esperamos que continuem a fazer do Ludopédio um espaço cada vez melhor.

Saudações Ludopédicas