Política, propina e futebol

Autores

Jamil Chade

Subtítulo

como o futebol "padrão FIFA" ameaça o esporte mais popular do planeta

Editora

Obejtiva

Cidade

Rio de Janeiro

Tema

Política e Futebol

Área de concentração

Corrupção no futebol

Páginas

336

Ano

2015

ISBN

8539007045

Sumário

Introdução, 9

Primeira parte – O terremoto

1. Abalos no império, 17
2. A queda, 31
3. O império sedutor, 57
4. Os caudilhos do futebol, 85
5. Quanto custa uma Copa?, 107
6. A Copa do emir, 129
7. Gol comprado, 153
8. Ponto cego, 165

Segunda parte –  O saque do século: a Copa da Fifa

9. Uma final dos sonhos, 187
10. “A Copa não terá dinheiro público”, 190
11. Uma Constituição violada, 200
12. Cofres lotados, 205
13. O dia seguinte, 208
14. A Copa que não terminou, 213
15. Que legado deixa uma Copa?, 223
16. Chute no traseiro, 237
17. A Copa como palanque, 259
18. Os coronéis da bola, 272

Terceira parte – Tempo de revolta

19. O torcedor, 291
20. O povo contra a Copa, 299
21. A Copa blindada: a falência moral de um evento, 309
22. Escondidos, 318
23. A vez do torcedor-cidadão, 327

Bibliografia, 333

Sinopse

Em maio de 2015, a maior organização esportiva do planeta era alvo de uma ação da polícia suíça. Segundo investigações americanas, a Fifa havia montado uma Copa do Mundo da fraude, movimentando durante 24 anos pelo menos 150 milhões de dólares em propinas e subornos. As prisões e acusações levaram à renúncia do presidente da entidade, Joseph Blatter. Com base em quinze anos de cobertura jornalística da Fifa e a partir de documentos exclusivos, Jamil Chade desvenda como funcionava o pagamento de propinas, revela de que forma cartolas usavam contratos comerciais e de TV para enriquecer, traça as conexões entre política e futebol e mostra por que a Copa do Brasil foi a mais cara da história.

Referência

CHADE, Jamil. Política, propina e futebol: como o futebol "padrão FIFA" ameaça o esporte mais popular do planeta. Rio de Janeiro: Obejtiva, 2015.