Preparação x Improviso: reflexões sobre a representação do técnico e do jogador brasileiro na imprensa nacional

Autores

Filipe Fernandes Ribeiro Mostaro, Ronaldo Helal

Periódico / Revista

Âncora - Revista Latino-americana de Jornalismo

Cidade

João Pessoa

Volume

v. 29

Número

n. 1

Páginas

p. 224-240

Ano

2017

ISSN

2359-375X

Resumo (pt)

Partimos da ideia de que a construção mítica do futebol como representação da nação brasileira destacou o jogador nacional como quem possuísse um talento distinto. Formulada no contexto dos anos 1930, onde uma nova identidade nacional era edificada, características como improviso e individualidade foram demarcadas como sinônimos de “brasilidade”. Para nós, esta conjuntura designaria pouco destaque ao treinador da seleção brasileira, que organizaria a equipe para um jogo coletivo. Neste sentido, vamos investigar as narrativas de três jornais (Jornal do Brasil, O Globo e Folha da Manhã) no dia seguinte a primeira conquista nacional de uma Copa do Mundo, em 1958. Nosso foco será responder a duas questões: a) se a identidade nacional arquitetada nos anos 1930 foi remodelada após o título e b) se o treinador foi exaltado nas narrativas jornalísticas sobre este triunfo.

Palavras-Chave Jornalismo; Imprensa nacional; Representações; Futebol; Técnico; Jogadores.

Abstract

We start from the idea that the mythical construction of soccer as a representation of the Brazilian nation emphasized that the Brazilian players had a distinct talent. Formulated in 1930’s, where a new national identity was built, features such as improvisation and individuality were demarcated as synonyms of “brazilianness”. For us, this conjuncture would designate little attention to the coach of the Brazilian team, who would organize the team to a collective game. In this paper, we will investigate the narratives of three newspapers (Jornal do Brasil, O Globo and Folha da Manhã) in the next day of the first national winning of the World Cup in 1958. Our focus will be to answer two questions: a) if the national identity architected in 1930’s was remodeled after the title and b) if the coach was exalted in the newspaper narratives of this triumph.

Keywords Journalism; National press; Representations; Soccer; Coach; Players.

Referência

MOSTARO, Filipe Fernandes Ribeiro; HELAL, Ronaldo. Preparação x Improviso: reflexões sobre a representação do técnico e do jogador brasileiro na imprensa nacional. Âncora - Revista Latino-americana de Jornalismo. João Pessoa, v. 29, n. 1, p. 224-240, 2017.