Laboratório de Estudos do Esporte (LESP)

Bernardo Borges Buarque de Hollanda, Jimmy Medeiros, Vivian Fonseca

cpdoc_fgv

Durante cerca de cinco anos, os estudos sobre esporte no CPDOC estiveram vinculados ao LETEL (Laboratório de Estudos do Turismo, Esporte e Lazer), sob a coordenação do saudoso professor Carlos Eduardo Sarmento, autor de uma obra referencial no tema: “A construção da Nação Canarinho: uma história institucional da Seleção Brasileira de futebol (1914-1970)”.

Em 2013, decidiu-se pela criação do Laboratório de Estudos do Esporte (LESP), a fim de dar autonomia à área. O crescimento exponencial de pesquisas referentes ao tema comprova-se no número de dissertações e teses recentemente defendidas no Brasil, no número de grupos de pesquisa cadastrados no CNPq, bem como na regularidade de sua presença nos encontros das Associações de Pós-Graduação de História (ANPUH) e de Ciências Sociais (ANPOCS).

Depois de tornar-se conhecido na Europa dos anos 1960 e 1970 pelas chamadas Teorias Críticas do Esporte, o tema tem assistido nos últimos anos à diversificação de abordagens com base em teorias oriundas da Antropologia, da Historiografia e da Sociologia. Nestas, despontam trabalhos arrojados de conceituação e de sistematização teórica, tais como os empreendidos por Norbert Elias (1986) e por Pierre Bourdieu (1990).

O LESP constitui, assim, um espaço interdisciplinar de reunião para discentes de graduação e de pós-graduação, além de pesquisadores em nível de pós-doutoramento. Trata-se de um laboratório aberto a docentes de fora da instituição e a investigadores de fora do país, em suma, a todos que queiram intercambiar ideias e apresentar suas pesquisas em seminários dedicados à análise da presença esportiva no mundo moderno e contemporâneo.

 Linhas de Pesquisa Aplicada

 

  1. Esporte, Cultura e Patrimônio
  2. Futebol, História e Memória Institucional
  3. Torcidas Organizadas: criando fontes

Principais Projetos

 

  1. Futebol, Memória e Patrimônio: Projeto de constituição de um acervo de entrevistas em História Oral para o Museu do Futebol (FAPESP).
  2. Mapeando Torcidas Organizadas: Pertencimento clubístico, dinâmicas de confronto e distribuição territorial no espaço urbano do Rio de Janeiro. (CNPq)
  3. Territórios do Torcer: Uma análise quantitativa e qualitativa das associações de torcedores de futebol na cidade de São Paulo. (FAPESP)

Acesse o Laboratório de Estudos do Esporte (LESP)