O contrato lúdico na prática de futebol lazer

Teses e Dissertações

 

Título [EN]
The ludicrous contract in the practice of leisure soccer: Social Representation Study

Faculdade
Faculdade de Educação Física, Universidade Gama Filho

Orientador
Vera Lúcia de Menezes Costa, Antônio Jorge Soares

Banca
Roberto Ferreira dos Santos

Data da defesa
1998

Sumário
 

1º Momento:

Delineando a investigação, 1
1.1 - Introdução
1.2 - Situação-Problema
1.3 - Questões Orientadoras do Estudo
1.4 - Objetivos do Estudo
1.5 - Justificativa
1.6 - Trajetória Metodológica
 
 

2º Momento:

A aproximação com a realidade, 14
2.1 - O Aterro do Flamengo
2.2 - Minhas primeiras observações
2.3 - Decrições dos grupos observados
2.3.1 - Grupo semi-aberto
2.3.2 - Grupo semi-fechado
2.3.3 - Grupo fechado
 
 

3º Momento:

A aproximação com a fundamentação teórica, 49
3.1 -O Contrato Lúdico
3.1.1 - As Contribuições de Rousseau e Simmel
3.1.2 - A Regra, a Norma e a Lei
3.2 - Lazer, Jogo e Esporte
3.3 - Autoridade e Poder
3.4 - Gosto
 
 

4º Momento:

O mergulho na realidade, 80
4.1 - Gosto pela Atividade
4.2 - Sociabilidade
4.3 - Modos de Organização
 
 

5º Momento:

Considerações finais, 114
 
Referências bibliográficas, 121

Anexo,
126

Resumo [PT]
Este estudo encontra-se inserido na linha de pesquisa transformação sócio-cultural da educação física, esporte e lazer, desenvolvida no Programa de Pós-graduação em Educação Física da UGF. Os objetivos do estudo foram: compreender como é estabelecido o contrato lúdico na prática do futebol lazer; e compreender como o praticante de futebol representa o convívio durante os encontros ludo esportivos. A investigação foi do tipo exploratória, com análise desenvolvida baseada na abordagem qualitativa. Os instrumentos utilizados foram a observação direta: registro de diário de campo e a entrevista semi-estruturada, onde utilizou-se o recorte das falas dos informantes para dar suporte à elaboração do texto. A amostra foi constituída por praticantes de futebol lazer, pessoas jovens e adultas, que elegeram o Aterro do Flamengo como o local de sua prática. A matriz teórica-analítica que fundamentou o estudo, baseou-se na referências de Parlebas (1981, 1988), que buscou compreender a constituição do contrato lúdico nas práticas esportivas. Simmel (1977, 1983), Elias (1970, 1992), possibilitaram também a compreensão das articulações lúdicas no meio social. Observou-se três tipos de organização de grupos de praticantes: fechado, semifechado e semi-aberto. Concluímos que a prática está vinculada a distintos interesses pessoais, tais como: tempo livre, atividade física, busca de qualidade de vida, afetividade social e desempenho. Para dar suporte a sua intencionalidade o sujeito busca agregar-se ao tipo de grupo que atenda a sua expectativa. Embora os grupos apresentem características comuns quanto ao desenvolvimento da prática (apoiados nas regras do jogo), algumas categorias surgiram como ponto de distinção destes grupos: gosto pela atividade, modos de organização e sociabilidade. O contrato é estabelecido sobre o controle de participação, sobre a permanência no grupo e com grande incidência sobre a regra do jogo. Todavia o que promove esse encontro, o que funda o contrato lúdico é a transgressão da vida comum - possível nesses encontros. 

Resumo [EN]
This study belongs to the research line concerned with social-cultural transformation in physical education, sports and leisure developed in the Post-Graduation Program in Physical Education at UGF. Its objectives were: to understand how the ludicrous contract is established in the practice of leisure soccer; and to understand how soccer practitioners represent the experience they have in their ludicrous sportive gatherings. The exploration was exploratory and its analysis was developed according to a qualitative-based approach. The instruments used were direct observation, daily field register and semi-structured interview. Excerpts of informants’ utterances were used to give support to the text elaboration. The sample was constituted by leisure soccer practitioners, young and adult people who elected Aterro do Flamengo as the location for their practice. The theoretical-analytical matrix underlying the study was based on Parlebas references (1981, 1988), who sought to understand the constitution of ludicrous contract in sportive practices. Simmel (1977, 1983), Elias (1970, 1992) also contributed to the understanding of ludicrous articulations in social milieu. Three kinds of group organizations were observed: closed, semi-closed and semi-open. We have concluded that the practice is related to different personal interests such as: free time, physical activity, search for life quality, social affection and performance. In order to give support to their intentions, the subjects seek to join the kind of group that meets their expectations. Although the groups present common characteristics related to practice development (supported by game rules), some categories emerged as distinction points for those groups, such as: taste for activity, organization and sociability traits. The contract is established upon participation control, upon members’ permanence inside the group and it has a great influence upon game rules. Nevertheless, what promotes those gatherings, what founds the ludicrous contract is transgression of common life - made possible in those encounters.

Referência
SALLES, José Geraldo do Carmo. O contrato lúdico na prática de futebol lazer: estudo da representação social. 1998. 86 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, 1998.

Arquivos
160753 Salles (M) Contrato ludico na pratica de futebol lazer (457 kb)

 

Não há comentários.