Chamada dossiê temático “Gênero, tecnologias e (novas) formas de subjetivação nas práticas esportivas”

Inscrições até: 15/06/2020

20set

Dossiê “Gêneros, tecnologias e (novas) formas

de subjetivação nas práticas esportivas”

Publicação: 1º semestre de 2021

Organizadoras:

Prof. Dr. Wagner Xavier de Camargo (UFSCar) e Profa. Dra. Helena Altmann (Unicamp)

 

Nos últimos tempos presenciamos no mundo esportivo fenômenos interessantes e que causam reflexão. Corpos intersexo ou mesmo transgêneros aparecem em pistas, quadras e outros espaços reivindicando visibilidade e participação. Ao mesmo tempo, pessoas com deficiência se colocam em competições esportivas convencionais e promovem com suas presenças e performances um questionamento sobre o corpo atlético instituído. Especificamente no Brasil, na atualidade, disseminam-se grupos de homens que mantém práticas afetivo-sexuais com outros homens, os quais defendem a existência de um futebol gay. Em meio a tais fenômenos, e congregando anos de incansáveis batalhas, mulheres esportistas lutam por espaço dentro de um futebol “feminino”, ainda machista, heterossexista e misógino.

Do ponto de vista institucional, órgãos esportivos e administrativos de controle, como o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Federação Internacional de Futebol (FIFA) e mesmo a Federação Internacional de Atletismo Amador (IAAF), buscam a normalização e o (re)estabelecimento do que consideram “feminino” e “masculino”, como representantes “ideais” que garantem a famigerada “igualdade formal de chances”.

Portanto, é notório que o esporte institucionalizado contemporâneo sofre questionamentos cotidianos de diversas ordens, incluindo sobre o que trata como corpo-normatividades. Pensar o campo das práticas esportivas a partir desse conjunto de transformações relativas a gêneros/sexualidades, às tecnologias e às (novas) formas de subjetivação é a proposta encampada por este dossiê.

O dossiê em questão está aberto para a recepção de trabalhos (artigos, resenhas, entrevistas, etc.) originais, que abordem estas temáticas ou outras afins. Buscamos ampliar e contribuir para debates recentes que tomem o gênero e a sexualidade como motes, além de reunir diferentes olhares sobre o esporte que apresentem novas abordagens e questões contemporâneas sobre o tema.

Prazo de Submissão para o dossiê: 15 de junho de 2020.

 

Envio de contribuições para email: Dossie.REF2021@gmail.com

A Revista de Estudos Feministas (REF) é referência nacional e internacional na área de Estudos de Gênero e Sexualidade, bem como congrega excelente avaliação do Qualis da Capes nesta e noutras áreas de pesquisa, inclusive na Interdisciplinar.

Os artigos devem ser encaminhados já seguindo as orientações das novas diretrizes da revista. Não serão aceitos artigos fora do padrão!

Data e horário

Início: 20 de setembro de 2019

Encerramento: 15 de junho de 2020

Localização

Revista de Estudos Feministas (REF)

Florianópolis / SC