Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

28set

indigena

Nascido de uma inciativa dos povos indígenas, os Jogos dos Povos Indígenas foram criados em 1996, com o objetivo de cultivar os esportes praticados pelas diversas etnias brasileiras. As edições brasileiras fomentaram a vontade de criar um evento esportivo mundial, que reunisse as etnias indígenas ao redor do mundo.

Em 2015 realizou-se a primeira edição dos Jogos Mundiais dos povos Indígenas,  reunindo delegações de 23 países diferentes, de 24 etnias, num total de 1,8 mil atletas disputando provas de arco e flecha, arremesso de arco, corrida de tora, cabo de guerra, lutas, futebol, entre outras.

O líder indígena Carlos Terena, um dos articuladores e organizadores dos Jogos, contará a experiência e discutirá sobre a importância do evento para o resgate e celebração dessas culturas tradicionais.

A mediação será feita pelo antropólogo Rodrigo Chiquetto.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Tiago Zenero)

As inscrições podem ser feitas a partir de 04 de Setembro, às 14h, no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Palestrantes

terenaCarlos Terena

Indígena sul mato-grossense da etnia Terena, Kopenoty Chané do clã Xumoné. Foi idealizador da primeira seleção indígena de futebol na década de 70. Está a frente da organização dos Jogos dos Povos Indígenas desde 1996 e, em 2015, foi um dos responsáveis pela versão Mundial do encontro.
(Foto: Acervo Pessoal)

chiquettoRodrigo Chiquetto

Mestre em Antropologia Social pela USP e membro do Núcleo de Antropologia Urbana (LabNAU/USP) desde 2007. Desenvolve pesquisas sobre populações indígenas em contexto urbano, ocupando-se em descrever o Peladão – maior campeonato de futebol amador do Brasil que ocorre, anualmente, em Manaus.
(Foto: Acervo Pessoal)

 

Data e horário

Início: 28 de setembro de 2018 - 10:30

Encerramento: 28 de setembro de 2018 - 12:30

Localização

Centro de Pesquisa e Formação do Sesc | 4º andar

São Paulo / SP

Rua Dr. Plínio Barreto, 285