114.12

A compra de clubes por ex-jogadores

Alex Almeida Martins

Nos últimos anos começa a tornar-se uma prática comum os jogadores de futebol – que terminam a sua carreira relativamente cedo devido às limitações físicas naturais dos atletas – continuem a participar na vida atlética através da compra de clubes. Esta prática é particularmente popular entre os futebolistas, e a este clube exclusivo de ex-jogadores compradores juntaram-se recentemente vários novos futebolistas.

Vários atletas mostram uma preferência por certos clubes de que fizeram parte e investem nos mesmos, sendo um investimento recente que não se baseou na compra do próprio clube, a transferência de Cristiano Ronaldo para o Juventus. Este jogador faz parte da especulação sobre possíveis compradores de clubes, parecendo o Juventus uma escolha possível no futuro.

Didier Drogba – Phoenix Rising  O termo jogador-manager é relativamente bem conhecido mas este papel foi alterado por Drogba quando o mesmo se tornou o primeiro jogador-dono do clube Phoenix Rising no ano de 2017.

Drogba apresenta-se animado e disse em vários comunicados que ser dono e jogador na equipa é bastante promissor, apesar de ser fora do comum mas que se apresenta como uma boa estratégia de transição uma vez que o jogador com quase 40 anos tem de assegurar o fim da sua carreira como atleta.

Uma parte da turma de 92 – SalfordCity – Uma parte da Turma de 92 é dona de parte de um clube de futebol de nome Salford City da liga inglesa, desde 2014.

Paolo Maldini – Miami FC – Paoli Maldini é agora dono de uma equipa em Miami, depois de convencer o seu colega de equipa e lenda do futebol, Alessandro Nesta a tornar-se manager da mesma. O resultado desta intervenção foi o clube Miami FC ganhar a season da Primavera do NASL no ano passado. Paolo é outro jogador que considera o clube de que é co-dono como a sua segunda casa há mais de quinze anos e que pretende dar a sua contribuição para a mesma, através do uso do seu sucesso.

Demba Ba’s consortium – San Diego NASL – O conjunto de jogadores Demba Ba, Yohan Cabaye e Moussa Sow são os donos da expansão NASL do clube em San Diego, cujo nome ainda será escolhido e anunciado ao público. O antigo jogador do Chelsea e Newcastle, Demba Ba, é dono de 35% do clube e combinando as percentagens que os outros jogadores possuem do clube, a maior parte dos jogadores detém o controlo sobre o clube.

Sendo que esta tendência de jogadores donos de clubes tem vindo a aumentar, será de referir quatro dos clubes que mais vendem no futebol, sendo que desta lista fazem parte por ordem decrescente: Benfica, Liverpool, Tottenham Hotspur e Futebol Clube do Porto.

Nesta lista apresentam dois clubes portugueses europeus, mostrando que é fácil para os mesmos atrair jogadores de toda a Europa e especialmente do Brasil, devido à facilidade de transição e ajustamento dos próprios jogadores, quebrando-se a barreira da linguagem. O Benfica, particularmente, é especialista no mercado de transferência, mas o FC Porto apresenta-se como o campeão a nível de importação de talento, desenvolvendo jogadores e vendendo-os a valor recorde enquanto se mantém na Primeira Liga, ganhando a competição sete das últimas 10 temporadas. Contudo, em Portugal ainda não houve uma compra multimilionária de clubes por parte de jogadores famosos, sendo deixada em aberto essa possibilidade.