16.1

Notas sobre o primeiro ano do site Ludopédio, 2010

Equipe Ludopédio

O site Ludopédio, www.ludopedio.com.br, formado por alguns integrantes do Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol (GIEF), se propõe a falar sobre futebol a partir de um olhar interdisciplinar, vinculado às diversas áreas das Ciências Humanas, com o objetivo de criar uma rede de informações, de pesquisadores e de interessados no tema. Além disso, o site também tem como proposta reunir em um mesmo local diferentes tipos de produções sobre futebol (referências de livros e filmes, arquivos de teses/dissertações, artigos, monografias), disponíveis para acesso na seção Biblioteca.

A proposta de criar este espaço surgiu da necessidade e ausência de um centro para reunir informações, textos e pesquisas sobre futebol, que atualmente encontram-se dispersas. Uma produção que embora tenha se avolumado a partir da década de 1990, faz-se presente nas ciências humanas desde a década de 1940. Nas décadas seguintes, a produção ganhou destaque pelas dissertações e teses defendidas a partir de 1970, assim como pela publicação de dois livros fundamentais: Universo do Futebol: esporte e sociedade brasileira, organizado pelo antropólogo Roberto DaMatta (1982), e Futebol e Cultura: coletânea de estudos, organizado por José Carlos Sebe Meihy e José Sebastião Witter (1982).

Durante todos estes anos, diversos temas foram pesquisados: a inserção e participação dos negros no futebol; as relações entre futebol e identidade nacional; discussões sobre estilos e escolas de futebol, principalmente de um “jogar à brasileira”, mais conhecido como “futebol-arte”; a circulação de jogadores brasileiros no futebol internacional; a formação de jovens jogadores em escolinhas de futebol e categorias de base; etc. Dentre os principais temas, as pesquisas sobre torcidas organizadas, muito influenciadas pela proliferação de conflitos e casos de violência nos estádios no começo da década de 1990, tiveram um impacto decisivo dentro do processo de ampliação do cenário de estudos sobre esportes no Brasil. Portanto, a partir da década de 1990, as pesquisas, outrora contingentes, tornaram-se mais sistemáticas.

Contudo, embora a afirmação de que a produção sobre futebol é escassa tenha se consolidado no discurso acadêmico como sendo algo inquestionável, o acervo construído no site Ludopédio permite aferir que a bibliografia não é tão insuficiente quanto se pensa. A produção existe, porém, ainda precisa de uma maior divulgação e intercâmbio das informações, dos trabalhos produzidos e dos grupos consolidados que se propõem a discutir e a pesquisar sobre o tema. O site tem como objetivo ocupar este espaço de divulgação e intercâmbio.

Nossa proposta, portanto, é de divulgar os diferentes tipos de material produzidos nas diferentes áreas de conhecimento das Ciências Humanas. Com este fim, todo material do site Ludopédio é disponibilizado de forma gratuita e ficará publicado por tempo indeterminado. Para isso, entramos em contato com autores solicitando a colaboração e envio de suas teses, dissertações, artigos e demais trabalhos para serem arquivados e disponibilizados gratuitamente. Desta forma, poderemos socializar o conhecimento científico e artístico que vem sendo produzido sobre futebol.

Deste modo, na nossa Biblioteca, reunimos informações, textos e pesquisas sobre futebol, que atualmente encontram-se dispersas. Assim, todos podem ter acesso a artigos, teses, dissertações, referências de livros nacionais e internacionais e outros trabalhos.

De forma resumida, além do banco de dados concentrado na Biblioteca, semanalmente o internauta pode ler textos e ensaios na seção Arquibancada, marcada pela heterogeneidade de ideias, posições, propostas, críticas etc. Na seção Entrevista, a cada mês, uma personalidade, professor, pesquisador ou profissional do universo futebolístico é entrevistado. Diariamente, na seção Futebol-Arte, é publicada uma foto relacionada ao universo futebolístico, em seus diferentes planos e expressões. Há, ainda, um espaço destinado para divulgação de Eventos, congressos, lançamentos de livros, defesas de teses e palestras. A seção Memória está dividida em duas partes. Na Linha do Tempo, é possível encontrar datas importantes do futebol brasileiro e mundial. Ainda na seção Memória, o Museu dedica-se aos objetos históricos e itens de colecionador. Por fim, a Comunidade Ludopédica é um espaço de interação com o internauta apaixonado por futebol que tem como objetivo criar uma rede de informações, pesquisadores e interessados neste tema.

Ao longo desse primeiro ano do site no ar tivemos acesso de 98 países diferentes e o que mais nos chamou a atenção foi a diversidade de países, até porque o site encontra-se majoritariamente em português, tendo somente os resumos das teses em inglês e/ou espanhol. Esse é um dos desafios futuros do site, de torná-lo viável em outras línguas. Veja a lista dos países de acordo com o número de acessos (ordem decrescente):

1
Brasil
2
Estados Unidos
3
Portugal
4
Canadá
5
Grã Bretanha
6
Rússia
7
Paraguai
8
Peru
9
Alemanha
10
Índia
11
Japão
12
França
13
Itália
14
Argentina
15
China
16
Venezuela
17
Moçambique
18
Espanha
19
Austrália
20
Comunidade Europeia
21
Uruguai
22
Ucrânia
23
Holanda
24
Senegal
25
Suécia
26
Irlanda
27
Dinamarca
28
Rep. Tcheca
29
Cabo Verde
30
Angola
31
Antilhas Holandesas
32
Polônia
33
México
34
Suíça
35
África do Sul
36
Equador
37
Israel
38
Colômbia
39
Letonia
40
Chile
41
Marrocos
42
Qatar
43
Quênia
44
Coreia do Sul
45
Noruega
46
Paquistão
47
Antigua e Barbuda
48
Bélgica
49
Bolívia
50
Tailândia
51
Trinidad Tobago
52
Haiti
53
Gâmbia
54
Egito
55
Filipinas
56
Gana
57
Mali
58
Luxemburgo
59
Hungria
60
Rep. Dominicana
61
Turquia
62
Bulgária
63
Vietnã
64
Mônaco
65
Costa do Marfim
66
Tunísia
67
Macau
68
Indonésia
69
Bielarus
70
Lichtenstein
71
Taiwan
72
Camarões
73
Bangladesh
74
Irã
75
Malásia
76
Síria
77
Romênia
78
Cingapura
79
Líbano
80
Porto Rico
81
Burkina Faso
82
Maldivas
83
Bahrain
84
Nicaragua
85
Líbia
86
Guatemala
87
Eslováquia
88
Arábia Saudita
89
Hong Kong
90
Eslovênia
91
Finlândia
92
Lituânia
93
Croácia
94
Andorra
95
Jordânia
96
Argélia
97
Emirados Árabes
98
Sérvia

Na seção Arquibancada, espaço aberto ao debate sobre questões futebolísticas o destaque ficou para os seguintes artigos:

A regionalização do futebol mundial, de Paulo Miranda Fávero – 3426 acessos; O negro no futebol brasileiro e o racismo existente, de Marcel Diego Tonini – 578 acessos; A paixão futebolística como mercadoria, de Melissa Marin de Castro – 440 acessos; O Estádio da Paz – Bouaké, Costa do Marfim, de Tiago Carrasco, João Henriques e João Fontes, 253 acessos; A negra estrela da ilha – Bolama, Guiné Bissau, de Tiago Carrasco, João Henriques e João Fontes, 234 acessos.

Entre os destaques dos downloads de teses e dissertações de nossa Biblioteca temos:

O futebol como patrimônio cultural do Brasil de Sérgio Miranda Paz com 690 acessos; O futebol e os jogos/brincadeiras de bola com os pés de Alcides José Scaglia com 604 acessos; O descobrimento do futebol de Bernardo Borges Buarque de Hollanda com 538 acessos; A bola, os “brancos e as toras de Fernando de Luiz Brito Vianna com 456 acessos e A violência nos estádios de futebol nas perspectivas dos policiais militares de Curitiba de Alfredo Euclides Dias Netto com 358 acessos.

 
Já na seção do Futebol-Arte, referentes ao número de pessoas que clicaram na foto para vê-la em tamanho maior, desconsiderando as visualizações de quando estiveram na capa do site, temos o seguinte:
Foto
Autor
total
269
225
Michael Jan Ambriola
186
David Campbell
154
Versurix
104
 

Portanto, o trabalho realizado ao longo deste primeiro ano de existência do Ludopédio permite perceber a importância de espaços que reúnam a produção acadêmica sobre futebol no Brasil. Uma produção que não é tão escassa quanto se pensa, visto que a produção existe e que a tendência é a abertura de um maior diálogo e intercâmbio das informações, dos trabalhos produzidos e dos grupos consolidados que se propõem a discutir e a pesquisar sobre o tema. Pode-se afirmar, ainda, que a tendência é um crescimento da produção na segunda década deste novo milênio.

Se a produção existe e se reafirmamos a necessidade em reunir as informações e os trabalhos que se encontram dispersos, temos que destacar a preocupação das universidades brasileiras em manter bibliotecas digitais com teses e dissertações na íntegra. Para além destas iniciativas institucionais, vale ainda destacar alguns sites que foram estruturados com o objetivo de reunir esse tipo de informação. O pioneiro nesse sentido foi o Centro Esportivo Virtual (CEV), criado em 1996. Com foco específico no futebol, temos o blog do Núcleo de Estudos Futebol e Sociedade, grupo acadêmico de estudos e pesquisas interdisciplinar, organizado a partir da Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná.

Assim, tanto o Ludopédio quanto os outros sites acima mencionados, facilitarão o desenvolvimento de futuros trabalhos de pesquisa e atualização dos mapeamentos sobre a produção. O desafio é manter a atualização das informações, para que assim possa auxiliar os pesquisadores no desenvolvimento de suas investigações.

Como citar

LUDOPéDIO, Equipe. Notas sobre o primeiro ano do site Ludopédio, 2010.