99.1

Você viu o jogo da seleção ontem?

Marco Lourenço

Cerca de 37 mil pessoas foram à Arena Grêmio na última noite de quinta-feira ver a seleção brasileira em mais uma rodada das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. E você, assistiu a partida?

Apesar de trabalhar com futebol diariamente, quase perdi o início do jogo. A despeito da minha opinião em torno do futebol de seleções e a própria Copa do Mundo em si – isso fica pra outra hora -, sou daqueles que são seduzidos facilmente por um joguinho na tevê.

Consultando diferentes transmissões no intervalo, a análise foi uníssona: o time de Neymar Jr. deixou a desejar. E mais: surgiram as primeiras vaias à seleção verde-e-amarela da era Tite.

A seleção equatoriana não ofereceu nenhum perigo na primeira etapa, é bem verdade. 72% de posse de bola concentrada em trocas de passes entre as duas primeiras linhas da seleção – poucas triangulações entre meias e laterais.

Pra você que não viu o jogo, fique tranquilo, não houve um grande espetáculo. O adversário implacável na marcação apenas aguardava o apito final. Com a entrada de Coutinho, Neymar prendeu menos a bola. E o improvável decisivo Paulinho abre o placar. E sem novidade: a seleção passou a encontrar mais espaços e a vitória se encaminhou – com um belo gol na tabelinha Coutinho & Jesus.

durante a partida entre Brasil e Equador realizada na Arena do Gremio em Porto Alegre, pela decima quinta rodada das eliminatorias sul-americanas para a Copa da Russia de 2018.

Neymar reclama com o árbitro durante a partida entre Brasil e Equador realizada na Arena do Grêmio em Porto Alegre, pela decima quinta rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa da Rússia de 2018. Foto: Pedro Martins/Mowa Press.

Você que assistiu a partida deve ter se irritado com o jogo previsível, a falta de concentração e claro, Neymar, com a atuação mais ‘fominha’ dos últimos tempos pela seleção. Peço, no entanto, que veja um pouco do jogo que eu vi. Uma apresentação que reúne um pouco de alguns problemas que o futebol brasileiro padece, relatados frequentemente aqui no Ludopédio.

Preço dos ingressos absurdos. Não fale em crise, pague entre  R$ 160 e R$ 800 reais em um ingresso de eliminatórias pra Copa. O horário indecente (22h) para o trabalhador brasileiro compromete, claro. Mas com a taxa de 13% de desemprego, isso não é desculpa, não é mesmo? O que fazer com 18 mil lugares vazios?

A arquibancada das novas Arenas, feitas pra ver o jogo, até mesmo comprimido na tela do celular, não acolhem devidamente quem vai ao jogo pra torcer. Mesmo após uma série de oito vitórias, o público impaciente acionou o procon do futebol: vaiou a atuação da equipe no primeiro tempo. Se alguma paixão acolá se manifestou, não parecia ser pela camisa amarela. Colorados vibraram com a cavadinha do goleiro Alisson e Gremistas se empolgam com a entrada de Luan, craque do tricolor gaúcho.

Apito final. Palmas e selfies. A seleção segue vencendo. Campeão das eliminatórias. E o futebol brasileiro, você viu o jogo?