A construção de um glossário bilíngue de futebol com o apoio da Linguística de Corpus

Autores

Paulo Augusto Almeida Seemann

Orientador

Heloísa Pezza Cintrão

Banca

Stella Esther Ortweiler Tagnin, Maria José Bocorny Finatto

Faculdade / Instituição

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Letras

Ano

2011

Páginas

288

Cidade

São Paulo

Resumo (pt)

Ao tentar traduzir um texto específico sobre o tema “futebol” da língua espanhola para o português brasileiro ou vice-versa, o tradutor se depara com uma infinidade de termos típicos dessa área de especialidade que não constam em muitos dos atuais dicionários e glossários, ou constam de forma limitada, sem abranger muitas das situações reais de uso. Neste trabalho, construímos um glossário bilíngue e bidirecional que contempla os termos futebolísticos mais frequentes no par linguístico espanhol-português, usados rotineiramente na comunicação escrita. Partimos da suposição que a Linguística de Corpus forneceria os meios necessários para tal empreitada. A Linguística de Corpus permite estudar uma língua ou variedade linguística por computador, por meio de evidências empíricas encontradas em um corpus, entendido como um conjunto de dados linguísticos textuais em formato eletrônico e coletado de forma criteriosa. Esta dissertação está dividida em cinco partes. Como introdução, falamos de alguns aspectos históricos das línguas portuguesa e espanhola, da influência do futebol em nossa sociedade, de problemas encontrados em dicionários e glossários, e do potencial das notícias futebolísticas da Internet como referência para a construção do glossário que propomos. Na segunda parte, comentamos a Linguística de Corpus como abordagem e método de investigação, os tipos de corpora e a composição de nosso corpus de estudo, a questão da equivalência na tradução e a forma como selecionamos os termos e seus equivalentes tradutórios, tendo como base a comparação de notícias futebolísticas do Brasil, da Espanha e da Argentina, além da extração e observação de palavras-chave, com a ajuda de ferramentas eletrônicas específicas. Na terceira parte, discutimos as questões terminológicas que envolvem este estudo, especialmente as decisões tomadas para a macro e microestrutura de nosso glossário. Na quarta parte, demonstramos como o glossário pode ser apresentado ao consulente e oferecemos uma amostra de verbetes. Na quinta e última parte, fazemos as considerações finais, em que concluímos que a Linguística de Corpus, como abordagem e metodologia, confirmou-se eficiente para a construção do glossário bilíngue, pois a exploração de corpora especializados permitiu identificar os principais termos futebolísticos e seus equivalentes tradutórios usados na comunicação escrita do jornalismo brasileiro, espanhol e argentino, resultando em uma obra de referência bilíngue específica do futebol com quase quatro mil verbetes; todos com exemplos reais de uso.

PALAVRAS-CHAVE: Linguística de Corpus. Tradução. Futebol. Glossário bilíngue. Terminologia.

Abstract

When trying to translate a specific text on football from Spanish into Brazilian Portuguese or vice versa, the translator is faced with a myriad of footbal-specific terms which are not found in most dictionaries or glossaries, or which are found in a limited way, leaving out many real use situations. In the course of this study, a bilingual and bi-directional glossary was built with the most commonly used football terms in written communication in the Spanish-Portuguese language pair, . My initial assumption was that Corpus Linguistics would provide the necessary means for such a task. Corpus Linguistics enables one to study a language or a language variety using a computer, retrieving empirical evidence found in a corpus, which is defined as a set of texts, compiled according to predefined criteria, in electronic format. This dissertation is divided into five parts. In the introduction, some historical aspects of Portuguese and Spanish are discussed, as well as the influence of football in our society, the problems found in dictionaries and glossaries, and the potential of football news retrieved from the Internet as a basis for building the glossary proposed. In the second part, I argue that Corpus Linguistics is an approach and a method of research, and present the different types of corpora. Then, the question of equivalence in translation is briefly addressed, the content of our corpus of study is explained, as well as the steps adopted to identify the terms and their translation equivalents, through the comparison of football news from Brazil, Spain and Argentina, and by means of the extraction and observation of keywords, with the aid of specific electronic tools. In the third part, I discuss the terminology issues implicated in this study, especially with reference to the decisions taken for the macro- and microstructure of the glossary. In the fourth part, I propose a form of presenting the glossary to the user and provide a sample of entries. In the fifth and last part, I make the final considerations, in which I conclude that Corpus Linguistics, as an approach and a methodology, proved to be effective for the construction of the targeted bilingual glossary, since exploring the specialized corpora made it possible to properly identify the main football terms used in written communication in Brazilian, Spanish and Argentine journalism and their translation equivalents. The result is a bilingual work of reference in the field of football, which contains nearly four thousand entries, all of them with authentic examples of usage.

KEYWORDS: Corpus Linguistics. Translation. Football. Bilingual Glossary. Terminology

Sumário

1. Introdução, 10
1.1. O português e o espanhol: aspectos históricos, 10
1.2. Por que um glossário bilíngue de futebol na combinação português/espanhol?, 12
1.3. Notícias de futebol pela Internet, 15
1.4. Fontes de referência: dicionários e glossários que contemplam termos do futebol, 19
1.5. Objetivo desta pesquisa: o glossário de futebol, 23

2. Linguística de Corpus, 26
2.1. O que é a Linguística de Corpus?, 26
2.2. Tipos de corpora, 34
2.3. Metodologia: compilação dos corpora para a construção do glossário: o uso de textos autênticos escritos por nativos da língua, 39
2.4. Critérios adotados na seleção de termos do futebol para o glossário e o uso de ferramentas eletrônicas, 47
2.5. Os equivalentes tradutórios: a questão da “equivalência” em tradução, 83
2.6. A busca dos equivalentes: exemplos de procedimentos adotados, 85

3. Questões terminológicas (a construção do glossário de futebol), 104
3.1. Lexicologia, Lexicografia e Terminologia: noções básicas, 104
3.2. Variantes lexicais diacrônicas, diatópicas, diastráticas e diafásicas, 106
3.3. Questões de macro e microestrutura: exemplos de problemas para o consulente, 108
3.4. A constituição da macro e microestrutura do nosso glossário de futebol: critérios adotados e exemplos de verbetes, 131

4. O glossário, 150
4.1. Introdução: orientações para o consulente, 150
4.1.1. Os verbetes, 153
4.1.2. Abreviaturas e símbolos utilizados, 157
4.2. Lista dos termos contemplados no glossário: direção espanhol-português, 158
4.3. Lista dos termos contemplados no glossário: direção português-espanhol, 175
4.4. Amostra da direção Espanhol-Português, 187
4.5. Amostra da direção Português-Espanhol, 194

5. Considerações Finais, 198

Anexos, 204
Anexo A – Amostra da lista de palavras-chave dos corpora do Brasil, 204
Anexo B – Amostra da lista de palavras-chave dos corpora da Espanha, 209
Anexo C – Amostra da lista de palavras-chave dos corpora da Argentina, 214

Referências Bibliográficas, 219
Sites da Internet consultados, 227
Glossários consultados na Internet, 228

Referência

SEEMANN, Paulo Augusto Almeida. A construção de um glossário bilíngue de futebol com o apoio da Linguística de Corpus. 2011. 288 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.