A cor como representação: o imaginário verde e amarelo

Autores

Débora Elman, Marcia Benetti

Periódico / Revista

dObra[s]

Cidade

São Paulo

Volume

v. 4

Número

n. 9

Páginas

p. 61-71

Ano

2010

ISSN

2358-0003

Resumo (pt)

Este artigo trata da representação das cores verde e amarela no quadro imaginário de uma nação que se constrói fortemente por meio do futebol como expressão cultural. Abordando estas cores como elementos derivados dos regimes noturno e diurno da imagem, debate-se a constituição de um sujeito pós-moderno que se reconhece e se afirma, em uma identidade brasileira tribalizada e provisória, por meio do discurso imagético complementar das duas cores nacionais.

Abstract

This article approaches the representation of green and yellow colors, in the imaginary field of a nation that constructs itself understanding soccer as a strong cultural expression. We consider these colors as elements of nocturnal and diurnal regimes of image, so we discuss the constitution of a post-modern subject that recognizes and affirms itself in a tribal and provisory Brazilian identity, through the complementary discourse of the green and the yellow colors.

Referência

ELMAN, Débora; BENETTI, Marcia. A cor como representação: o imaginário verde e amarelo. dObra[s]. São Paulo, v. 4, n. 9, p. 61-71, 2010.