A CPI do futebol

Autores

Antonio Guilherme Schmitz Filho

Subtítulo

agendamento e processualidades sistêmicas

Orientador

Ronaldo César Henn

Banca

Christa Liselote Berger Ramos Kuschick, José Luiz Warren Jardim Gomes Braga, José Amálio de Branco Pinheiro, Neusa Demartini Gomes

Faculdade / Instituição

Centro de Ciências da Comunicação, Universidade Vale do Rio dos Sinos

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutorado em Comunicação

Ano

2005

Páginas

292

Cidade

São Leopoldo

Resumo (pt)

Este trabalho investiga um conjunto de sistemas sígnicos, sobretudo os que se materializam nas transmissões da CPI do Futebol pela TV Senado. A estratégia em curso objetiva compreender o papel desempenhado pelos mesmos na criação de possibilidades de agendamento da CPI. Para tanto, são levadas em conta as relações sistêmicas entre os campos jornalístico, político e esportivo. Enfatizando-se, sobretudo, o processo midiático estabelecido na construção do acontecimento, a análise ocupa-se dos depoimentos à TV Senado, selecionados de acordo com a tematização e ordenados em uma planilha baseada nas diversas estratégias midiáticas acionadas para dar visibilidade à CPI do Futebol. É intenção verificar, principalmente, a autonomia da agenda midiática e das outras agendas no engendramento e na circulação do sistema produtivo em processo. A revisão dos fatos produzidos midiaticamente possibilita o desenvolvimento de uma análise centrada na perspectiva de produção que gerou a CPI, bem como o reconhecimento dos fatores e aspectos que determinaram sua construção, com destaque para a sobredeterminação dos fluxos de interesses oriundos da processualidade sistêmica. Objetiva-se visualizar de forma mais consistente as diversas tensões e retro-alimentações entre os sistemas envolvidos e o ambiente, com destaque para as articulações midiáticas.

Abstract

This work develops itself by intermediary of reading exercise of a set sign systems, all about that materialize themselves in the transmission of Football CPI by Senado t.v. The strategy in course, aims to comprehend the role acquited by the same in possibilities creation of agenda-setting CPI Thus, are considering the systemics relationship among journalistic, politician, and, sporting field. Emphasizing the mediatic process determinated in construction of happening, the analysis engages itself of depositions to Senado tv selected according with the thematics and ordinated in a worksheep, based in several mediatic strategies actioned to give visibility to the Football CPI It’s intention to verify mainly the agenda mediatic autonomy and other agendas in circulation of the productive systems in the process. The revision of facts produced in mediatic enables the development of analysis centralized in the perspective of production that engendered the CPI well as the acknowledgment like aspects and factors that has been determinated in its construction, detaching to overdetermination of interests current originated of the systematic process. Concluding, this research aims to visualizes in a conscious way various tensions and backward feed between involved systems and ambient with special attention to the articulations of mediatic.

Sumário

1 Introdução, 8
1.2 Antraz, cpi & futebol, 11
2 Metodologia, 16
2.1 Roteiro de indagações, 18
2.2 Planilha de análise e instruções de uso, 18
3 Sistemas, 22
3.1 Discussão sobre perspectivas sistêmicas, 22
3.1.1 Ação cartográfica: ajuste de foco, 47
3.2 Sistema midiático/jornalístico, 50
3.2.1 Agendamento, 50
3.2.2 Noticiabilidade/notícia/noticiário, 64
3.2.3 Espaço midiático, 73
3.3 Sistema cultural/esportivo, 89
3.3.1 A cultura como sistema, 89
3.3.2. O esporte como integrante do sistema cultural, 93
3.3.2.1 O futebol na cultura brasileira, 95
3.3.3 A midiatização do sistema cultural/esportivo, 104
3.4 O sistema político midiatizado, 121
3.4.1 A ascensão das CPI’s, 128
3.4.2 A TV Senado, 130
3.4.3 TV e suas especificidades, 136
4 CPI do futebol, 146
4.1.1 Planilha – Juca Kfouri, 155
4.1.2 Planilha – Wanderley Luxemburgo, 171
4.1.3 Planilha – Ricardo Teixeira, 187
4.1.4 Análises, 200
5 Conclusão, 214
Bibliografia, 221
Livros, 221
Jornais, 227
Anexos, 230
Anexo I, 230
Anexo II, 234

Referência

FILHO, Antonio Guilherme Schmitz. A CPI do futebol: agendamento e processualidades sistêmicas. 2005. 292 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Centro de Ciências da Comunicação, Universidade Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2005.