A gestão multifatorial dos fatores de treino

Autores

Ricardo Jorge Reis Fernandes

Subtítulo

estudo sobre a gestão multifatorial dos fatores de treino desportivo nos treinadores de futebol da Associação de Futebol de Viseu, do concelho de Viseu, nos escalões “D” (infantis) e “E” (escolas)

Orientador

Abel Aurélio Abreu Figueiredo

Faculdade / Instituição

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Ensino de Educação Física

Ano

2013

Páginas

165

Cidade

Vila Rea

Resumo (pt)

A gerência de toda uma multiplicidade de fatores de treino é, reconhecidamente, um dos agentes que mais influenciam na qualidade de desempenho do futebol, nomeadamente no que se reporta ao seu planeamento e gestão multifatorial dos fatores de treino. Paradoxalmente, no âmbito do processo de treino, nem sempre se verifica uma coerência entre a estrutura e conteúdo dessa mesma gestão e o modelo de treino preconizado pelo treinador. Para além disso, assistimos a uma massificação do futebol de 7 como um espaço ideal onde as crianças podem desenvolver o gosto que possuem pela sua prática. Assim este trabalho é legitimado e justificado perante a necessidade em perceber a forma como se encara o processo de treino, nomeadamente com o nível de preocupação com a gestão multifatorial dos fatores de treino desportivo, junto dos treinadores de futebol de 7 do concelho de Viseu pertencentes aos quadros da Associação de Futebol de Viseu. Para o efeito, foram inquiridos 40 treinadores de futebol, todos do género masculino, (31.63 anos de idade). O questionário foi desenvolvido visando a recolha de informação precisa, de modo extensivo, sobre as características individuais dos treinadores e de perceção institucional, grau de planeamento e grau de gestão multifatorial dos fatores de treino. As conclusões mais relevantes do trabalho são: a) Mais de metade da amostra, 57,5%, possui um grau elevado de habilitações literárias (licenciatura ou mais), apresentando grande afinidade com a área da Ed. Física/Desporto com 19 inquiridos ligados à área; b) Os inquiridos relacionados com a área da Ed. Física/Desporto tenta fazer primeiramente uma experiência no futebol de 7 quando conclui o curso; c) A amostra procura a todo o instante atualizar-se com novos conhecimentos, novas tendências ou simplesmente fortalecer e robustecer os seus conhecimentos e competências; d) A amostra defendeu e os resultados assim o demonstram: existe uma relação bastante cúmplice entre o fator técnico e tático; e) Para a nossa amostra o fator físico “treina-se”, na maioria das vezes, em tarefas onde o maior pendor e focalização do exercício é centrado em fatores mais técnico-táticos; f) Os fatores psicológico e tático são aqueles que apresentam mais correlações significativas g) Com a experiência a amostra mostra-se menos preocupada com a planificação e integração do fator físico no seu modelo de treino, paradoxalmente ao fator social/teórico; h) A amostra é constituída de técnicos dotados de com uma grande sensibilidade e conhecedores da temática da otimização da gestão multifatorial dos fatores de treino bem como de portadores de conhecimentos académicos sobre as fases de crescimento em que as crianças destes escalões se encontram.

PALAVRAS CHAVE: FUTEBOL DE 7; JOVENS; PLANEAMENTO; GESTÃO MULTIFATORIAL;

Abstract

The management of a whole multitude of factors training is recognized as one of the agents that influence the quality of football performance, particularly as it relates to its planning and management of multifactorial factors training. Paradoxically, in the training process, not always there is a consistency between the structure and content of the same management and training model recommended by the coach. In addition, we witnessed a mass Football 7 as an ideal space where children can develop a taste for having their practice. So this work is legitimized and justified given the need to realize the way it views the training process, in particular the level of concern for the management of multifactorial factors sports training, among football coaches of football 7 belonging to the municipality of Viseu the frames of the Football Association in Viseu. For this purpose, 40 respondents were football coaches, all males, (31.63 years). The questionnaire was developed in order to gather accurate information so extensively on the individual characteristics of the coaches and institutional perception, degree of planning and management degree multifactorial factors training. The most relevant conclusions of this work are: a) More than half of the sample, 57.5%, has a high degree of academic qualifications (degree or more), with a great affinity with the area of Physical Education / Sports with 19 respondents linked the area, b) Respondents related to the field of Physical Education / Sport tries to make first a football experience in football 7 when they graduated c) The sample demand at any instant update with new knowledge, new trends or simply reinforce and strengthen their knowledge and skills d) The sample and the results thus defended the show: there is a relationship between factor accomplice quite technical and tactical e) For our sample the physical factor “train up” on most often, in tasks where the largest bias and focus of the exercise is focused on more technical and tactical factors f) The psychological and tactical factors are those with more significant correlations g) With experience shows the sample is less concerned with planning and integration of the physical factor in its training model, paradoxically to factor social / theoretical h) The sample consists of technicians endowed with great sensitivity and with experts in the topic of the optimization of multifactorial factors management training as well as carriers of academic knowledge about the growth phase in which these steps are children.

KEY WORDS: FOOTBALL 7; YOUNG; PLANNING, MANAGEMENT MULTIFACTORIAL

Sumário

INTRODUÇÃO, 11
REVISÃO DA LITERATURA,16

1. O DESPORTO NA SOCIEDADE, 16

2. A MATRIZ DA MOTRICIDADE HUMANA, 18

3. TREINO DESPORTIVO, 22
3.1. Definição, 22
3.2. Objetivos do treino desportivo, 25
3.3. Princípios do Treino Desportivo, 26
3.3.1.Princípios biológicos, 27 
3.3.1.1. Sobrecarga, 27
3.3.1.2. Especificidade, 29
3.3.1.3. Reversibilidade, 30
3.3.1.4.Heterocronismo, 32
3.3.2.Princípios metodológicos, 33
3.3.2.1. Relação ótima entre o exercício e o repouso, 33
3.3.2.2. Participação ativa, 34
3.3.2.3. Continuidade, 35
3.3.2.3. Progressividade, 36
3.3.2.4. Ciclicidade, 40
3.3.2.5. Individualidade, 41
3.3.2.6. Multilateralidade, 43

4. ELEMENTOS ESSENCIAIS DO PROCESSO DE DIRECÇÃO DO TREINO, 46
4.1. Planeamento, 46
4.1.1. Definição de objetivos, 47
4.1.2. Avaliação, 47
4.2. Organização, 47
4.3. Liderança, 48
4.3.1. O Treinador enquanto agente de mudança, 49
4.3.2. O Treinador enquanto gestor de conflitos, 49
4.4. Controlo, 50

5. PLANEAMENTO, 51
5.1. Definição, 51
5.2. Periodização do treino desportivo, 52
5.3. Modelos de Periodização do treino desportivo, 53 
5.3.1. Modelos Tradicionais, 54 
5.3.2. Modelos contemporâneos, 62

6. FATORES DE TREINO, 83
6.1. O que são, 83
6.2. Sua Dinâmica, 84
6.3. Preparação Física, 84
6.4. Preparação Técnica (a Técnica), 85
6.5. Preparação Tática, 87 
6.6. Preparação Psicológica, 88
6.7. Preparação Teórica-Social, 89
6.8. A Gestão Integrada dos Fatores de Treino, 90

ESTUDO EMPÍRICO, 93

1. METODOLOGIA, 93

2. UNIVERSO, PROBLEMÁTICA E PROBLEMA, 94

3. VARIÁVEIS, 96
3.1. Identificação e classificação das variáveis, 96

4. HIPÓTESES, 97

5. RECOLHA E TRATAMENTO DOS DADOS, 98

6. APRESENTAÇÃO, ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS, 99 
6.1. Análise Descritiva/Inferencial, 99
6.1.1. Caracterização das variáveis identificadoras, 100
6.1.2. Caracterização da perceção do contexto institucional da amostra, 109
6.1.3. Caracterização do grau de planeamento do treino, 118
6.1.4. Caracterização da Gestão Multifatorial dos Fatores de Treino, 123 
6.1.5.Matriz Correlacional entre as Variáveis Identificadoras, Grau de Planeamento e
Gestão Multifatorial dos Fatores de Treino, 135
6.1.6. Scores, 138
6.2. Validação dos Objetivos de Estudo, 141
6.2.1.Objectivo de Estudo OE A1, 141
6.2.2. Objetivo de Estudo OE A2, 142
6.2.3. Objetivo de Estudo OE A3, 143

CONCLUSÃO, 144

BIBLIOGRAFIA, 149

Referência

FERNANDES, Ricardo Jorge Reis. A gestão multifatorial dos fatores de treino: estudo sobre a gestão multifatorial dos fatores de treino desportivo nos treinadores de futebol da Associação de Futebol de Viseu, do concelho de Viseu, nos escalões “D” (infantis) e “E” (escolas). 2013. 165 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Educação Física) - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Rea, 2013.