A imprensa negra e o futebol em São Paulo no início do século XX

Autores

Bruno Otávio de Lacerda Abrahão, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Volume

v.26

Número

n.1

Páginas

p.63-76

Área de concentração

Educação Física

ISSN

19814690

Resumo (pt)

Em São Paulo, na primeira metade do século XX, havia associações destinadas à promoção de atividades culturais e esportivas para os negros, que surgiram diante da necessidade de denunciar as práticas discriminatórias e promover a sociabilidade étnica através do atletismo, do boxe e, sobretudo, do futebol. Uma delas era a Imprensa Negra. Neste artigo, os autores buscaram compreender as estratégias da Imprensa Negra para noticiar a participação do negro no emergente campo do futebol. Utilizando a perspectiva teórica da História Cultural, se ocuparam dos conteúdos das matérias dos jornais da Imprensa Negra, disponíveis na Biblioteca Nacional na forma de microfilmes. O objetivo foi observar a continuidade e a regularidade do discurso, os pontos de afrontamento e de disputa simbólica em torno da negociação da construção identitária da “raça negra” no esporte e captar, através das mensagens emitidas por esses órgãos da imprensa, as estratégias de distinção utilizadas por esse grupo étnico/racial em torno da contestação das representações negativas ou construção de representações positivas sobre o negro no emergente campo do futebol. Concluíram que o sentimento de consciência racial, a necessidade de se integrar à nação e o desejo de ascensão social eram os motivos que mantinham unidos os negros através daquelas associações. A Imprensa Negra procurou construir uma representação identitária do negro que privilegiasse o capital futebolístico, sem se esquecer dos predicados morais como a disciplina, a higiene e a ordem. A estratégia de divulgação dos feitos de sucesso dos negros no campo esportivo promovia uma identidade positiva do negro no futebol, em conformidade com as demandas daquele contexto: uma nação higienizada e disciplinada na esteira do projeto nacional que via no futebol um meio de expressão positiva da brasilidade. 

Abstract

In the first half of the 20th century, in São Paulo, there were associations dedicated to promote cultural and sport activities for the African American people. They emerged to denounce discriminatory practices and to promote ethnic sociability through athletics, boxing and, especially, soccer. One of them was the Black Press. In this article, the authors sought to understand the strategies of the Black Press to report the participation of black people in the emerging fi eld of soccer. The contents of the Black Press, available in the National Library in the form of microfi lms, were analyzed using the theoretical perspective of the Cultural History. The objective was to observe the continuity and regularity of the speech, the points of confrontation and symbolic dispute around the negotiation of the identity construction of “black” in the sport and identify, by means of the messages sent by those media outlets, the strategies of distinction used by the ethnic / racial group around the defense against negative representations or construction of positive representations of blacks in the emerging fi eld of soccer. They concluded that the feeling of the racial consciousness, the need to integrate themselves with the nation and the desire for social mobility were the reasons that held the African Americans together through those associations. Thence, the “Black Press” tried to build a representation of black identity that emphasized the soccer resources, without forgetting moral matters as discipline, hygiene and order. The dissemination of the achievements of blacks in sports promoted a positive identity of black man in soccer, in accordance with the demands of that context: a sanitized and disciplined nation in accordance with the national project that understood soccer as a mean of positive expression of “Brazilianness”. 

Observações

Link para a Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. 

Referência

ABRAHãO, Bruno Otávio de Lacerda; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. A imprensa negra e o futebol em São Paulo no início do século XX. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v.26, n.1, p.63-76, 2012.