A invenção do país do futebol

Autores

Ronaldo Helal, Antonio Jorge Gonçalves Soares, Hugo Lovisolo

Subtítulo

mídia, raça e idolatria

Editora

Mauad

Cidade

Rio de Janeiro

Páginas

162

Ano

2001

ISBN

8574780464

Sumário

Introdução, 9
Hugo Lovisolo

História e a invenção das tradições no futebol brasileiro, 13
Antonio Jorge Soares

Sociologia, história e romance na construção da identidade nacional através do futebol, 51
Ronaldo Helal e Cesar Gordon Jr.

Saudoso futebol, futebol querido: a ideologia da denúncia, 77
Hugo Lovisolo

O racismo no futebol do Rio de Janeiro nos anos 20: uma história da identidade, 101
Antonio Jorge Soares

O futebol é fogo de palha: a “profecia” de Graciliano Ramos, 123
Antonio Jorge Soares e Hugo Lovisolo

As idealizações de sucesso no imaginário brasileiro: um estudo de caso, 135
Ronaldo Helal

Mídia, construção da derrota e o mito do herói, 149
Ronaldo Helal

Sinopse

Os autores de A Invenção do País do Futebol partilham do objetivo de investigar ocupações e preocupações que se formam em torno do futebol. Livro polêmico e atual, traz um debate entre visões diferentes sobre um tema apaixonante, que por décadas esteve fora da universidade, por ser considerado “uma coisa que distanciava o povo de suas preocupações verdadeiras”. Ao discutir as relações entre futebol, mídia, raça e idolatria, esta obra é leitura fundamental para quem se interessa pela história do esporte mais popular do País e suas implicações na vida social brasileira.

Referência

HELAL, Ronaldo; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves; LOVISOLO, Hugo. A invenção do país do futebol: mídia, raça e idolatria. Rio de Janeiro: Mauad, 2001.

A invenção do país do futebol – mídia, raça e idolatria