A paixão pelo futebol e a construção de uma nova identidade: indústria cultural excita, Freud explica

Autores

Luciano de Castro Tomazett

Periódico / Revista

Esporte e Sociedade

Número

n.11

Área de concentração

Sociologia

ISSN

18091296

Resumo (pt)

Numa trajetória ascendente o espetáculo esportivo, em especial o futebol, entra cada vez mais nos espaços sociais, nas casas, escolas, trabalho, influenciando a sociabilidade das pessoas, até mesmo na cor da roupa vestida. Este artigo objetiva compreender as nuances da estrutura comportamental e identitária dos torcedores nos espetáculos de futebol em Goiânia e também analisar como o sistema capitalista se apropria desses conteúdos psicológicos para potencializar o consumo. Para isso, foram realizadas entrevistas com os torcedores das agremiações: Goiás Esporte Clube e Vila Nova Futebol Clube. Em seguida foi feito um confronto entre a teoria freudiana dos grupos psicológicos, a classificação dos tipos de torcedores feita por Heitmeyer e as entrevista colhidas. Finalmente todo esse contexto foi analisado sob a luz da teoria crítica da Escola de Frankfurt, recorrendo mais especificamente à indústria cultural descrita por Theodor Wiesengrund Adorno e Max Horkheimer.

Abstract

In a trajectory ascending the sports events and in particular football, increasingly enter the social spaces in homes, schools, work, influencing the sociability of people, even the color of the clothes worn. This article aims to understand the nuances of behavioral structure and identity of the spectacles of football fans in Goiânia and also examine how the capitalist system appropriate the psychological content to increase consumption. For this, interviews were conducted with the fans of associations: Goiás Esporte Clube and Vila Nova Futebol Clube. Then a comparison was made between the Freudian theory of psychological groups, the classification of types of fans made by Heitmeyer and interview harvested. Finally all this context was examined under the light of critical theory of the Frankfurt School, using more specifically the cultural industry described by Theodor Wiesengrund Adorno and Max Horkheimer.

Observações

Referência

TOMAZETT, Luciano de Castro. A paixão pelo futebol e a construção de uma nova identidade: indústria cultural excita, Freud explica. Esporte e Sociedade. Rio de Janeiro, n.11, 2009.