Agenda 20+20 e o fim de um ciclo para o Movimento Olímpico Internacional

Autores

Katia Rubio

Periódico / Revista

Revista USP

Cidade

São Paulo

Número

n.108

Páginas

p. 21-28

Ano

2016

Tema

Dossiê Jogos Olímpicos

ISSN

2316-9036

Resumo (pt)

Passado mais de um século desde o início dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, o Movimento Olímpico busca uma mudança de trajetória na busca do espírito olímpico perdido. Depois de sofrer profundas transformações que puseram em risco o chamado “espírito olímpico”, colaborando para isso a ascensão do profissionalismo e dos interesses comerciais que rondam o maior espetáculo do planeta, o atual presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) faz um chamamento à comunidade olímpica internacional propondo diálogo, inclusão e transformações em uma das instituições mais fechadas do planeta. O objetivo deste texto é discutir o reposicionamento do Movimento Olímpico e as recomendações estratégicas do COI denominados Agenda 20 + 20, no que diz respeito ao futuro do Movimento Olímpico e dos Jogos Olímpicos.

Palavras-chave: Movimento Olímpico; Agenda 20 + 20; olimpismo.

Abstract

Over a century after the start of the Modern Olympic Games, the Olympic Movement seeks a change of course in its search for the lost Olympic spirit. After undergoing deep changes that put the so-called “Olympic spirit” in jeopardy − mainly due to the rise of professionalism and business interests surrounding the greatest show on the planet − the current president of the International Olympic Committee (IOC) has summoned the international Olympic community to propose dialogue, inclusion and transformation in one of the most opaque institutions on the planet. The aim of this paper is to discuss the repositioning efforts undertaken by the Olympic Movement and the IOC strategic recommendations called 20 + 20 Agenda, as regards the future of the Olympic Movement and the Olympic Games.

Keywords: Olympic Movement; 20 + 20 Agenda; olympism.

Referência

RUBIO, Katia. Agenda 20+20 e o fim de um ciclo para o Movimento Olímpico Internacional. Revista USP. São Paulo, n.108, p. 21-28, 2016.

Acesse a Revista USP