Além da cultura nacional

Autores

Maria Regina Ferreira Brandão, Aline Magnani, João Paulo Medina, Eduardo Conde Tega

Subtítulo

o expatriado no futebol

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Ciência e Movimento

Volume

v.21

Número

n.2

Páginas

p. 177-182

Ano

2013

Área de concentração

Educação Física

ISSN

0103-1716

Resumo (pt)

O objetivo do presente texto é descrever o processo de expatriação de jogadores de futebol para outro país, analisar as dificuldades no processo de aculturação, fazer uma análise da psicologia intercultural como uma promissora perspectiva para o futebol e, mostrar os estudos interculturais no futebol feitos no Brasil. Com a globalização do esporte a cada ano o número de jogadores de futebol que joga em outro país que não o seu de origem chega aos milhares. Entretanto, a transição para jogar em outro país é uma questão complexa e, muitas vezes, problemática que infelizmente não tem sido considerada pelos jogadores, seus empresários ou clubes de futebol. A habilidade para se adaptar a novas culturas é um dos elementos mais importantes para o sucesso de um jogador de futebol expatriado. Morar em outro país é ter que se acostumar com outra língua, outra cultura, outro clima e, muitas vezes, com a distância da família, é ter que se estabelecer rapidamente no novo país e começar a jogar por uma equipe formada por jogadores e técnico desconhecidos. Além do mais, perspectivas irreais sobre a nova equipe associadas com uma carência de informações sobre o país podem criar problemas reais. Compreender as características da expatriação no esporte, fenômeno cada vez mais frequente, é crucial para o entendimento do sucesso ou do fracasso profissional de jogadores que vão jogar no exterior.
Palavras-chave: Cultura; Futebol; Aculturação; Psicologia.

Abstract

The aim of this paper is to describe the process of expatriation of soccer players to another country, analyze the difficulties in the process of acculturation, to analyze the cross-cultural psychology as a promising prospect for football and show the intercultural studies done in soccer in Brazil. With the globalization of sport every year thousands of soccer players are playing in another country than their country of birth. However, the transition to playing in another country is a complex and often problematic issue which unfortunately has not been considered by the players, their managers or football clubs. The ability to adapt to a new cultures is one of the most important elements for the success of a soccer player expatriate. Living in another country is to deal with another language, another culture, another climate and often away with the family, to quickly adapted to the new country and start playing for a unknown team of players. Besides this, unreal perspectives on the new team associated with a lack of information about the country can create real problems. Understanding the characteristics of expatriation in sport, a phenomenon increasingly common, is crucial to understanding the success or failure of professional players who will play overseas.
Key Words: Culture; Soccer; Acculturation; Psychology.

Observações

Acesse a revista: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/index

Referência

BRANDãO, Maria Regina Ferreira; MAGNANI, Aline; MEDINA, João Paulo; TEGA, Eduardo Conde. Além da cultura nacional. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Brasília, v.21, n.2, p. 177-182, 2013.