Alteridade privilegiada: confrontos futebolísticos entre brasileiros e argentinos na imprensa carioca (1939-1945)

Autores

Tiago Lisboa Bartholo, Alexandre Fernandez Vaz, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Periódico / Revista

Análise Social

Cidade

Lisboa

Número

n. 203

Páginas

p. 402-422

Ano

2012

ISSN

0003-2573

Resumo (pt)

O artigo analisa como dois jornais do Rio de Janeiro constroem discursos sobre a nação e sobre o “ser brasileiro”, a partir do confronto com a seleção argentina de futebol em três ocasiões na Copa Roca (1939, 1940 e 1945) e no campeonato Sul-Americano de 1945. Os dados indicam a construção de dois tipos de discurso complementares relativos às derrotas e às vitórias da seleção brasileira. O primeiro evidencia a tensão entre “tra- dição” e “modernização”; o segundo privilegia a construção de estereótipos culturais sobre os brasileiros e os seus vizinhos argentinos, reforçando os ideais de civilité do homem europeu branco.

Palavras-chave: futebol; identidade; Brasil; Argentina; imprensa.

Abstract

The aim of this article is to analyze the construction of nationalism and of cultural stereotypes about “being Brazilian” by focusing on the football matches with the Argentinean national team. We analyze reports in two dailies (Correio da Manhã and Jornal dos Sports) during three Copa Roca tournaments (1939, 1940, and 1945) and during the South American Championship of 1945. The data give evidence of the construction of two complementary types of narrative: the first reveals a tension between “tradition” and “modernization”; the second points to the construction of cultural stereotypes about Brazilians and Argentineans that, in fact, reinforce ideals of civility related to images of European white manhood.

Keywords: soccer; identity; Brazil; Argentina; press.

Referência

BARTHOLO, Tiago Lisboa; VAZ, Alexandre Fernandez; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. Alteridade privilegiada: confrontos futebolísticos entre brasileiros e argentinos na imprensa carioca (1939-1945). Análise Social. Lisboa, n. 203, p. 402-422, 2012.