As Copas Do Mundo no Brasil

Autores

Euclides de Freitas Couto

Subtítulo

memórias, identidades e diplomacia (1950/2014)

Editora

7 Letras

Cidade

Rio de Janeiro

Páginas

142

Ano

2018

ISBN

9788542107289

Sumário

Prefácio, 11
Euclides de Freitas Couto

Apresentação, 15
Victor Andrade de Melo

Capítulo 1
A Copa do Mundo é do povo brasileiro! Estratégias discursivas da diplomacia do governo Lula, 17
Euclides de Freitas Couto

Capítulo 2
O jornal O Estado de Minas “na zona do agrião”: a Copa dos megainteresses obscuros (2013-2014), 41
Raul de Paiva Oliveira Castro

Capítulo 3
Tristeza no Maracanazo, vergonha no Mineiratzen: imprensa e as representações das derrotas da seleção de futebol nas Copas do Mundo do Brasil, 62
Francisco Ângelo Brinati

Capítulo 4
A Copa de 1950 como uma “janela de oportunidades” para o futebol “montanhês”, 78
Marcus Vinícius Costa Lage

Capítulo 5
A memória do trauma de 1950, 96
Elcio Loureiro Cornelsen

Capítulo 6
Ode à garra: representações e memória sobre a vitória uruguaia em 1950, 123
Alvaro Vicente do Cabo

Sobre os autores, 141

Sinopse

As Copas do Mundo de 1950 e 2014 são os objetos de estudo desta coletânea que discute como as disputas e os símbolos do esporte participaram na construção da identidade brasileira. Seus textos tratam da relação entre futebol e política, das narrativas midiáticas, dos bastidores institucionais, além de experiências dolorosas da memória nacional, como o maracanazo e o 7×1. Trata-se de uma obra atualíssima e uma grande contribuição para a história do esporte.

Referência

COUTO, Euclides de Freitas.

(Org.).

As Copas Do Mundo no Brasil: memórias, identidades e diplomacia (1950/2014). Rio de Janeiro: 7 Letras, 2018.