A(s) Fortaleza(s) da copa do mundo

Autores

Alissa Cendi Vale de Carvalho

Subtítulo

representações sociais da cidade-sede no jornalismo local

Orientador

Silvia Helena Belmino Freitas

Banca

Francisco Paulo Jamil Almeida Marques, Edison Luis Gastaldo

Faculdade / Instituição

Instituto de Cultura e Arte, Universidade Federal do Ceará

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Comunicação

Ano

2017

Páginas

206

Cidade

Fortaleza

Resumo (pt)

A dissertação teve por objetivo investigar as representações sociais de Fortaleza como cidade-sede da Copa do Mundo de 2014, que foram produzidas, reforçadas ou transformadas pelo jornalismo local. Para tanto, a pesquisa articulou dois grandes eixos teóricos: no primeiro capítulo, tratou-se do conceito de representações sociais da Psicologia Social e da sua articulação com a construção social da realidade, que é associada também ao discurso jornalístico; no segundo capítulo, abordou-se a cidade-mercadoria, modelo de gestão de cidades do século XXI, contextualizando a cidade de Fortaleza como sede do megaevento e a associação deste com a promoção de lugares. A metodologia utilizada foi a categorização temática dos atributos e das regiões da cidade presentes em 114 textos informativos publicados nos dois principais jornais de Fortaleza, O Povo e Diário do Nordeste, além de procedimentos da análise de discurso crítica de Norman Fairclough (2001; 2012). Os textos foram colhidos em semanas alternadas, durante junho e julho de 2014 (segunda e quarta semanas de junho, primeira e terceira semana de julho). Concluiu-se que o discurso do jornalismo local construiu e fez circular representações de Fortaleza como o ambiente ideal para a Copa do Mundo, por seu povo hospitaleiro e animado; de uma cidade que consegue superar seus problemas infraestruturais cotidianos para receber seus visitantes.

Palavras-chave: Fortaleza. Representações sociais. Jornalismo. Cidade-mercadoria.

Abstract

This study aims to investigate the social representations of Fortaleza as a World Cup 2014 host city that were produced, reinforced or transformed by local journalism. In order to do so, the research articulates two main theories: the concept of social representations as proposed by Social Psychology, articulated with the social construction of reality, which is also associated with journalistic discourse; and the concept of commodity city, a model of city management typical in the XXI century. Related to this concept, the study also contextualizes the city of Fortaleza as a host of the mega-event and its association with city marketing. The methodology adopted is the thematic categorization of city attributes and regions present in 114 news published in the two main newspapers of Fortaleza, O Povo and Diário do Nordeste (during the second and the fourth weeks of june and the first and the third weeks of july), as well as Norman Fairclough’s (2001, 2012) critical discourse analysis procedures. The research concludes that local journalism created and circulates representations of Fortaleza as the ideal host city, for its hospitable and lively people; as a city that manages to overcome its daily infrastructural problems to receive tourists.

Keywords: Fortaleza. Social representation. Journalism. Commodity city.

Sumário

INTRODUÇÃO, 11

1. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E JORNALISMO: AGENTES NA CONSTRUÇÃO
SOCIAL DA REALIDADE, 17 
1.1 De que representações estamos falando, 17
1.2 A disputa pelo poder de representar, 25
1.3 Jornalismo como construtor social da realidade: o contrato cognitivo e as características do discurso, 27
1.4 Hard news e soft news: do factual ao interesse humano, 30
1.5 Jornalismo: características do discurso, da rotina e a ligação com a Copa do Mundo, 33
1.6 Jornalismo e Copa do Mundo, 33

2. COPA DO MUNDO E CIDADE-MERCADORIA: O CONTEXTO SÓCIOHISTÓRICO DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS, 41
2.1 Cidade-mercadoria: a busca pelo mercado global, 41
2.2 A cidade à venda: a comunicação na construção de imagens, 50
2.3 Considerações sobre as representações (e imagens) de Brasil, 52
2.3.1 Plano Aquarela: promovendo o Brasil na era dos megaeventos esportivos, 58
2.4 O Ceará contemporâneo: do sol da seca ao sol da praia, 61 
2.5 Fortaleza: da fundação às contradições da metrópole litorânea, 71 
2.6. Simpatia e hospitalidade: o mote da Cidade-sede da Alegria, 83

3. AS REPRESENTAÇÕES DA CIDADE NO JORNALISMO: METODOLOGIA E ANÁLISE, 87
3.1 Procedimentos metodológicos: categorização e Análise de Discurso Crítica, 87
3.1.1 O corpus, 87
3.1.2 Os procedimentos, 88
3.2 Conhecendo os jornais, 90 
3.2.1 Diário do Nordeste, 90 
3.2.2 O Povo, 91
3.3 Categorização, 93
3.4 Análise por aspectos e características, 96
3.4.1 Infraestrutura e mobilidade, 97
3.4.2 Preços e serviços, 101
3.4.3 Segurança e violência, 106
3.4.4 Hospitalidade e recepção, 110
3.4.5 Festa e animação, 115
3.4.6 Desigualdades sociais e violações de direito, 118
3.4.7 Belezas da cidade, 122
3.4.8 Clima e temperatura, 124
3.4.9 Artesanato e gastronomia, 125
3.4.10 Equipamento turístico, 127
3.5 Análise por regiões, 131

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 141

Referência

CARVALHO, Alissa Cendi Vale de. A(s) Fortaleza(s) da copa do mundo: representações sociais da cidade-sede no jornalismo local. 2017. 206 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Instituto de Cultura e Arte, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.