Aves de arribação

Autores

Rodrigo Carrapatoso de Lima

Subtítulo

o processo de “importação” de jogadores na cidade do Recife: conquistando glórias a preço de ouro (1915-1920)

Orientador

Maria do Socorro Abreu e Lima

Banca

José Bento Rosa da Silva, Luiz Anastácio Momesso, George Felix Cabral de Souza, Sandra Regina Albuquerque

Faculdade / Instituição

Departamento de História, Universidade Federal de Pernambuco

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História

Ano

2013

Páginas

197

Cidade

Recife

Resumo (pt)

Esta dissertação tem por objetivo analisar o processo histórico que teve no par conceitual amadorismo e profissionalismo sua configuração principal. O período estudado inicia-se em 1915 com a criação da Liga Sportiva Pernambucana (LSP) e finda no ano de 1920, no momento em que acontece grande embate em torno do possível profissionalismo que acontecia no seio da agora Liga Pernambucana de Desportos Terrestres (LPDT). Na concepção de uma imaginada civilidade, a assimilação do hábito e costume europeu de praticar o futebol por parte da elite foi essencial. No entendimento do ideal amador os jogadores de futebol eram símbolos de desenvolvimento moral e físico. Visto como entretenimento da ociosidade, a prática do futebol não era compatível com o lucro. O amadorismo, tido com o ato de não receber qualquer tipo de provento para exercer a atividade futebolística, era tratada com uma premissa fundamental a ser seguida. E foi já no seu segundo ano de existência que a Liga se viu diante de uma transformação: a chegada de jogadores para reforçar uma equipe. A “importação” de jogadores de Estados como Rio de Janeiro e São Paulo era vista como a implantação do profissionalismo na Liga, pois havia a suspeita de que esses tinham suas despesas pagas pelos grandes coronéis que estavam a frente dos clubes aos quais jogavam. Estava desencadeada uma tensão no meio esportivo pernambucano em geral irrompendo uma campanha anti-profissionalista por parte de alguns membros da Liga. Na tensa discussão frente à legalidade desse advento de jogadores “importados”, ficou claro o temor de que o profissionalismo pudesse corromper os valores educativos e morais que foram implantados pelos ideais amadores. Essa argumentação frente à funcionalidade do futebol deu indícios de que se tratava de uma tentativa de barrar a sua popularização. Dessa forma a “importação” deveria ser estagnada e as “aves de arribações”, como eram chamados os jogadores que mudavam de equipes, eliminadas do meio desportivo pernambucano. A pesquisa e a reflexão aqui exposta nesta dissertação que ora se apresenta se constitui num esforço de desenvolver estudo num objeto de investigação ainda pouco trabalhado em Pernambuco.

Palavras-chave: história do futebol – profissionalismo – amadorismo.

Abstract

This thesis aims to analyze the historical process that had the conceptual pair of amateurism and professionalism its main configuration. The analyzed period begins in 1915 with the creation of the Liga Sportiva Pernambucana (LSP) and ends in 1920, when it is happening great discussion around the possible professionalism occurred within the now called Liga Pernambucana de Desportos Terrestres (LPDT) In the conception of an imagined civility, the assimilation of habit and praxis of European football practice on the side of the elite was essential. In understanding of the amateur’s ideal, football players were symbols of moral and physical. Seen as idle entertainment, football practice was not consistent with profit. The amateurism, seen as the act of not receiving any incomes to play football, was treated as a fundamental premise to be followed. In its second year of existence the League had already faced a transformation: the arrival of players to reinforce a team. The “importation” of players from States like Rio de Janeiro and São Paulo was seen as the introduction of professionalism in the league, because there was a suspicion that these players had their expenses paid by powerful colonels who were ahead of the clubs they were playing. This fact triggered a tension in the field of sports in Pernambuco, breaking an anti-professionalism campaign by some members of the League. In the tense discussion on the subject of whether the advent of “imported” players was legal or illegal, it was clear the fear that professionalism could corrupt the moral and educational values that were deployed by the amateur ideal. This argument against the functionality of football gave evidence that it was an attempt to stop its popularization. Thus the “importation” should be stopped and the “flitting birds”, as the players who changed from team to team were called, eliminated from Pernambuco sports atmosphere. The research and reflection here exposed in this presented thesis consist in an effort to develop a study in a subject still not very much researched in Pernambuco.

Keywords: football history – professionalism – amateur

Sumário

INTRODUÇÃO, 12
I.I – O futebol como objeto da História, 12
I.II – Referencial teórico, 16
I.III – Metodologia da pesquisa, 20

CAPÍTULO 1, 24
A chegada do século XX, 24
Football, símbolo de elegância e sofisticação, 30
O tão interessante e agradável futebol: a criação da Liga, 39
O Recife vai enveredando pelo caminho reto da, 52
civilização: a chegada do America (RJ), 52

CAPÍTULO 2, 61
O início da bifurcação amadorismo/ profissionalismo, 61
As brechas vão aumentando, 65
As aves de arribação, 73
A secca no sertão sportivo – as aves de arribação, 75
O caso do Allemãosinho, 80
O que já é foot-ball em nossa terra, 83
As instalações físicas, 87
Contra a importação de jogadores, 89
Quem vencerá: o rubro-negro ou o alvi-verde?, 90

CAPÍTULO 3, 93
O epílogo de uma campanha, 93
1920 – Um ano agitado, 103

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 116

Referência

LIMA, Rodrigo Carrapatoso de. Aves de arribação: o processo de “importação” de jogadores na cidade do Recife: conquistando glórias a preço de ouro (1915-1920). 2013. 197 f. Dissertação (Mestrado em História) - Departamento de História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013.