Bourdieu entra em “campo”: o futebol como espaço autonômo de interações, disputas, posições e consagrações

Autores

Marcelo Cedro

Periódico / Revista

Revista Tempos Gerais

Cidade

São João Del-Rei

Volume

v. 3

Número

n. 2

Páginas

p. 9-26

Ano

2014

ISSN

1516-8727

Resumo (pt)

Este artigo apontará como o futebol pode ser percebido como um espaço social autônomo permeado de relações interdependentes a partir de agentes, de lutas e de posições. O direcionamento teórico foi conduzido pela teoria dos campos de Pierre Bourdieu. A metodologia preocupou-se em um primeiro momento trabalhar os conceitos de campo e de habitus a partir de breves apontamentos sobre o campo artístico, científico e esportivo para demonstrar o emprego dessas terminologias. No segundo momento, percorrer genericamente as etapas históricas do futebol moderno, enfatizando o caso brasileiro, em suas fases de amadorismo e profissionalismo. Nessa linha de raciocínio, sobretudo, utilizando-se das considerações sobre o campo esportivo bourdiano, este artigo procurará entender o futebol como campo específico.

Palavras-chave: Futebol moderno. Teoria dos campos. Habitus.

Abstract

This article will point out how football can be perceived as an autonomous social space permeated with interdependent relationships from agents, and fighting positions. The theoretical orientation will be conducted by field theory of Pierre Bourdieu. The methodology worried at first work with the concepts of field and habitus from brief notes on the artistic, scientific and sports to demonstrate the use of these terminologies. In the second phase generally go through the historical stages of modern football, emphasizing the Brazilian case, in its phases of amateurism and professionalism. This line of reasoning, especially, using the considerations on bourdiano sports field, this article seeks to understand football as a specific field.

Keywords: Modern football. Field theory. Habitus.

Referência

CEDRO, Marcelo. Bourdieu entra em “campo”: o futebol como espaço autonômo de interações, disputas, posições e consagrações. Revista Tempos Gerais. São João Del-Rei, v. 3, n. 2, p. 9-26, 2014.