Brasil x Corinthians: rivalidades dentro e fora de campo

Autores

Miguel Archanjo de Freitas Junior

Periódico / Revista

Aurora. Revista de Arte, Mídia e Política

Número

n.9

Páginas

p.139-150

Área de concentração

Ciências Sociais

ISSN

19826672

Resumo (pt)

O objetivo do presente trabalho foi analisar a forma com que o amistoso realizado entre o selecionado nacional e a equipe do Corinthians Paulista (1958) foi representado a partir do escrito de cronistas, jornalistas e memorialistas dos anos 1950. Esta partida serviu como motivação para que estes agentes expressassem os seus posicionamentos ideológicos e mesmo em um momento, onde se buscava a incorporação do Brasil entre as nações mais desenvolvidas, o futebol revelou muitas das dificuldades internas, na qual a identidade clubística e/ou regional acabava prevalecendo sobre a incipiente e frágil identidade nacional.

Abstract

The aim of this study was to analyze the way that the friendly held between the national and selected team of Corinthians Paulista (1958) was represented from the writing of columnists, journalists and memoirists of the 1950s. This game served as motivation for these actors to express their ideological positions and even at a time, where he sought the incorporation of Brazil between the more developed nations, football has revealed many internal difficulties, where the identity of a club and/or regional ended precedence over the nascent and fragile national identity.

Observações

Link para a revista: www.pucsp.br/revistaaurora

Referência

FREITAS JUNIOR, Miguel Archanjo de. Brasil x Corinthians: rivalidades dentro e fora de campo. Aurora. Revista de Arte, Mídia e Política. São Paulo, n.9, p.139-150, 2010.