Clube empresa

Autores

Irlan Simões da Cruz Santos

Subtítulo

abordagens críticas globais às sociedades anônimas no futebol

Editora

Corner

Cidade

Rio de Janeiro

Ano

2020

Sumário

Apresentação
Irlan Simões

Introdução

Clube-empresa: histórico, impactos reais e abordagens alternativas
Irlan Simões

PARTE I Análises  

Capítulo 1 Ley de Deporte na Espanha e o modelo de sociedad anónima deportiva: um balanço dos últimos 30 anos
Daniel Ferreira & Victor de Leonardo Figols

Capítulo 2 Acabou o amor: o processo de divórcio entre clube e SAD em Portugal
Fernando Borges

Capítulo 3 Sociedades anónimas deportivas no Chile: o declínio do futebol social
Sebástian Campos Muñoz

Capítulo 4 As associações civis desportivas no futebol argentino: privatizações e resistências
Verónica Moreira & Rodrigo Daskal

PARTE II Torcedores  

Capítulo 5 Sevilla Fútbol Club: a luta pelo patrimônio dos seus torcedores
Accionistas Unidos Sevilla FC

Capítulo 6 Club de Futebol “Os Belenenses”: síntese histórica de um Clube grande e histórico em Portugal
Assembléia de Sócios do Belenenses

Capítulo 6 Club Universidad de Chile
Asamblea de Hinchas Azules 

Capítulo 7 Racing Club de Avallaneda: os torcedores do Racing e a mercantilização do futebol – 1998-2008
Movimiento “Racing es de su Gente” / Lucía Ravecca

PARTE III Outras questões  

Capítulo 8 A raiz do problema: o declínio do futebol brasileiro após o período das parcerias
Marco Sirangelo

Capítulo 9 O modelo societário do futebol alemão: uma referência de sucesso em questão
Carles Viñas

Capítulo 10 Faixa, rota e bola: o futebol como instrumento de soft power chinês
Emanuel Leite Junior & Carlos Rodrigues 

Capítulo 11 Soft power e futebol: os casos de Catar, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita
Emanuel Leite Junior & Carlos Rodrigues

Capítulo 12 Multi-club ownership: um novo estágio da globalização dentro do futebol
João Ricardo Pisani

Sinopse

O Brasil voltou a discutir uma nova legislação pra incentivar a transformação dos clubes de futebol de associações sem fins lucrativos para sociedades empresárias, mais de vinte anos após a promulgação da Lei Pelé. O livro “Clube-empresa: abordagens críticas globais às sociedades anônimas do futebol” busca trazer uma série de análises alternativas sobre o tema. Aliando pesquisas acadêmicas e relatos de movimentos de torcedores de Chile, Argentina, Portugal e Espanha, a obra traz um quadro amplo e diverso de entendimentos sobres os verdadeiros impactos da entrega dos clubes a grupos privados. Os textos da obra desconfiam e contestam, a partir de casos concretos, os mantras da profissionalização, da eficiência gerencial, da atração de investimentos, da transparência nas contas, da boa governança corporativa e do ganho de competitividade em campo, estabelecendo um quadro real e pouco animador sobre a atual situação dos clube-empresa no mundo. Analisam também o perfil geral dos grandes proprietários de clubes em todo o mundo, cujos objetivos geopolíticos expõem uma indústria do futebol dominada por interesses muito distantes de uma lógica tradicional de mercado.

Referência

SANTOS, Irlan Simões da Cruz.

(Org.).

Clube empresa: abordagens críticas globais às sociedades anônimas no futebol. Rio de Janeiro: Corner, 2020.