A cobertura acerca da seleção brasileira de futebol feminino realizada pelo caderno de esporte da Folha de S. Paulo (1991- 2011)

Autores

Bruno José Gabriel

Orientador

Miguel Archanjo de Freitas Jr.

Banca

André Mendes Capraro, Constantino Ribeiro de Oliveira Junior

Faculdade / Instituição

Universidade Estadual de Ponta Grossa

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Ciências Sociais

Ano

2015

Páginas

252

Cidade

Ponta Grossa

Resumo (pt)

O objetivo desta dissertação é verificar e analisar quantitativamente e qualitativamente a cobertura acerca da seleção brasileira de futebol feminino realizada pelo caderno de esporte da Folha de S.Paulo, entre 1991 e 2011, intentando desvendar se subjacente as publicações efetivadas nesta temporalidade existiu a intencionalidade de criticar o futebol feminino e as suas jogadoras. Para tanto, optou-se pela adoção dos procedimentos da metodologia denominada Análise de Conteúdo, pois ela instrumentaliza os pesquisadores nas análises dos diversos tipos de discursos, dentre eles o jornalístico. Por meio das delimitações supracitadas, constatou-se que ao longo dos vinte (20) anos pesquisados, a Folha de S.Paulo publicou seiscentas e vinte e duas (622) matérias, abordando ou mencionando de alguma forma a seleção feminina. A partir da análise deste número, constatou-se que a periodicidade de matérias relacionadas à equipe brasileira nas páginas esportivas do jornal foi baixa, média de 31,1 publicações por ano. Entretanto, ao analisar o conteúdo discursivo das matérias, verificou-se que mesmo não proporcionando uma grande visibilidade, a Folha de S.Paulo não tratou a seleção feminina e as suas jogadoras de maneira preconceituosa, inferiorizando-as em relação à seleção masculina e os seus jogadores. Ao contrário, a sua cobertura caracterizou-se pela exaltação explícita e implícita das equipes nacionais e das futebolistas, influindo positivamente na estruturação de um habitus individual e social ausente de preconceitos relacionados às possibilidades das mulheres no futebol. Este aspecto refuta a quarta hipótese (4a H) desta pesquisa, a qual externou a ideia de que subjacente ao conteúdo discursivo das publicações havia a intencionalidade da Folha de S.Paulo em criticar o futebol feminino e as suas jogadoras, na medida em que esta modalidade foi socialmente estruturada enquanto um campo masculino e masculinizante.

Palavras-chave: Futebol feminino. Seleção brasileira. Folha de S.Paulo. Jornalismo.

Abstract

The aim of this dissertation is to verify and analyze quantitatively and qualitatively the coverage news about Brazil women’s national football team made in the sports section of Folha de S. Paulo newspaper between 1991 and 2011, in an attempt to unravel if underneath the publications made in this temporality existed an intention to criticize the women’s game and its players. To that end, was opted for the adoption of procedures of the so called content analysis methodology, as for it provides instruments to the researchers on analysis of several types of discourses, among those, the ones found in newspapers. Through the above mentioned delimitations, it was found that over the twenty (20) years investigated, Folha de S. Paulo published six hundred and twenty-two (622) features, addressing or somehow referring to the women’s team. From the analysis of these figures, it was found that the frequency of files related to the Brazilian team on the newspaper sports pages was low, with an average of 31.1 publications per year. However, when analyzing the discursive content of the reports, it was found that despite not providing great visibility, Folha de S.Paulo did not treat the women’s team and its players with prejudice, lowering them in status in relation to the men’s team and its players. On the contrary, its coverage was characterized by explicit and implicit exaltation of national teams and players, exerting positive influence in the structuring of an individual and social habitus, free of prejudices related to the possibilities of women in football. This aspect refutes the fourth hypothesis (4th) of this study, which conveyed the idea that concealed under the discursive content of the publications; there had been the intention of Folha de S.Paulo in criticizing women’s football and its players, in so far as this sport form was socially structured as a male and masculinizing realm.

Keywords: Women´s soccer. Brasilian National Team. Folha de S.Paulo. Journalism.

Sumário

1. INTRODUÇÃO, 13
1. 1 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS, 17
1. 2 ORGANIZAÇÃO DA ANÁLISE, 25
1. 2. 1 Pré-análise, 26
1. 2. 1. 1 Leitura Flutuante, 26
1. 2. 1. 2 Escolha dos documentos, 28
1. 2. 1. 3 Formulação das hipóteses e dos objetivos, 30
1. 2. 1. 4 Referenciação dos índices e a elaboração de indicadores, 31
1. 2. 1. 5 Preparação do material, 31
1. 2. 2 Exploração do material, 32
1. 2. 2. 1 Codificação, 32
1. 2. 2. 1. 1 Unidades de registro, unidades de contexto e regras de enumeração, 32
1. 2. 2. 2 Categorização, 34
1. 2. 3 Descrição dos resultados, inferência e interpretação final, 35

2. COMPREENDENDO A RELAÇÃO ENTRE O GÊNERO FEMININO E O “SUBCAMPO” FUTEBOLÍSTICO, 36
2.1 A RELAÇÃO ENTRE A NOÇÃO DE CAMPO, CAPITAL E HABITUS, 36
2. 1. 1 A perspectiva sociológica do esporte em Pierre Bourdieu, 43
2. 2 O GÊNERO ENQUANTO UMA CATEGORIA DE ANÁLISE DAS RELAÇÕES SOCIAIS, 64
2. 3 A RELAÇÃO ESTABELECIDA ENTRE A MULHER BRASILEIRA E O “SUBCAMPO” FUTEBOLÍSTICO, 73

3. “ESTADO DA ARTE”: OS ESTUDOS QUE ESTABELECERAM AS COBERTURAS REALIZADAS PELO JORNALISMO IMPRESSO SOBRE O FUTEBOL FEMININO COMO OBJETO CIENTÍFICO, 93
3. 1 Artigos publicado em periódicos, 96
3. 2 Artigos publicados em eventos, 115

4. FOLHA DE S. PAULO, 131
4.1 A HISTÓRIA DO JORNAL, 131
4. 2 O “CAMPO” JORNALÍSTICO, O ESPORTE E O CADERNO DE ESPORTE DA FOLHA DE S.PAULO, 143
4. 3 A INFLUÊNCIA DO JORNALISMO NA ESTRUTURAÇÃO DO HABITUS BRASILEIRO, 149

5. A COBERTURA ACERCA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL FEMININO REALIZADA PELO CADERNO DE ESPORTE DA FOLHA DE S.PAULO, 153
5. 1 ANÁLISE QUANTITATIVA, 153
5. 2 ANÁLISE QUALITATIVA, 166
5. 2. 1 Seleção brasileira/Jogadoras, 167

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS, 227

7. REFERÊNCIAS, 231
7. 1 FONTES, 241

Observações

Co-orientador(a): Profa. Dra. Édina Schimanski

Referência

GABRIEL, Bruno José. A cobertura acerca da seleção brasileira de futebol feminino realizada pelo caderno de esporte da Folha de S. Paulo (1991- 2011). 2015. 252 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2015.