Conflitos, territórios e identificações

Autores

Josiane Maria de Castro Ribeiro

Subtítulo

o encontro de experiências nas torcidas organizadas Cearamor e M.O.F.I

Orientador

Irlys Barreira

Banca

Alexandre Fleming Câmara Vale , Frederico de Castro Neves, Geovani Jacó de Freitas, José Luiz de Amorim Ratton Júnior

Faculdade / Instituição

Departamento de Sociologia, Universidade Federal do Ceará

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutorado em Sociologia

Ano

2010

Páginas

213

Cidade

Fortaleza

Resumo (pt)

Discute as redes de experiências sociais e identificações articuladas nas torcidas organizadas de futebol Cearamor e M.O.F.I., na cidade de Fortaleza. Analisa as ações empreendidas pelos jovens torcedores organizados, em busca de densidade antropológica. Problematiza a relação entre o circuito dos bailes funks, das décadas de 80 e 90, em Fortaleza, e o universo simbólico e cultural das torcidas organizadas de futebol na sua formação atual. Versa sobre os usos e inversões do estigma pelos integrantes das torcidas organizadas, que subvertem as classificações que os definem como vândalos, bandidos e adeptos da violência gratuita. Analisa o modo de vida dos torcedores organizados em Fortaleza, destacando o investimento na corporalidade viril, na sociabilidade de conflito e na identificação territorial.

Palavras-chave: Torcida Organizada. Jovens. Conflito. Corporalidade. Experiência Social. Identificação.

Abstract

This thesis discusses the networks of social experiences and identifications articulated in cheerleaders of football Cearamor MOFI in the city of Fortaleza. It analyzes the actions taken by young fans organized in search of anthropological density. It discusses the relationship between the circuit of funk balls, the 80 and 90, in Fortaleza, and cultural and symbolic universe of organized supporters of football in its current configuration. Refers to the uses and inversions of the stigma by members of the cheerleaders, who subvert the classifications that define them as thugs, criminals and supporters of gratuitous violence. It analyzes the way of life of organized fans, highlighting the investment in the virile embodiment, the sociability of conflict and territorial identification.

Keywords: Cheerleaders. Youth. Conflict. Corporeality. Social Experiment. Identification

Sumário

INTRODUÇÃO, 1
A cena primordial, 1
Construção do objeto, 3
No campo, as torcidas, 11
O contorno metodológico, 23

CAPÍTULO 01, 29
PRODUÇÃO MEDIÁTICA DA IMAGÉTICA DA VIOLÊNCIA, 29
1.1 Mídia: produção e circulação do “hooliganismo”, 36
1.2 Brasil.com: samba, futebol… E hooligans, 45
1.3 Imagens globais, apropriações locais, 58

CAPÍTULO 02, 65
CIRCUNSCREVENDO EXPERIÊNCIAS E IDENTIFICAÇÕES: O “TORCEDOR COMUM”, 65
2.1 Como nasce um torcedor: do nascimento à maioridade simbólica, 67
2.2 A conquista de uma identificação: engajamento, conhecimento e devoção, 72
2.3 O jogo do “torcedor comum”, 85
2.4 (Re) construíndo virilidades: o futebol e a celebração do masculino, 91

CAPÍTULO 03, 101
TORCIDAS ORGANIZADAS. DA FESTA AO FUNK, DO FUNK AOS BAIRROS, DOS BAIRROS ÀS TORCIDAS: A BUSCA DE VISIBILIDADE, 101
3.1 A festa, 101
3.2 Pelo corredor, de volta ao começo: o baile funk, 107
3.3 Saindo do baile, voltando aos bairros, 115
3.4 Abrindo parênteses: sobre alas, bairros, comandos e gangues, 120
3.5 Fechando parênteses. De volta ao Barroso II, 123

CAPÍTULO 04, 132
CORPORALIDADES, 132
4.1 Corpo-território, a última trincheira, 132
4.2 (Con)Vencer o corpo, a batalha permanente, 142
4.3 O corpo âncora. Para não estar à deriva, 151

CAPÍTULO 05, 156
A TORCIDA ORGANIZADA COMO EMPRESA, 156
5.1 O jogo de cintura: entre porradeiros e o mercado, a gestão da empresa-torcida,160
5.2 Socializando saberes, valores e amigos: a torcida por correspondência, 169 
5.3 Para não dizer que não falei das flores… Política e torcedores organizados, uma
articulação possível?, 175

CONLUSÃO, 187

Referência

RIBEIRO, Josiane Maria de Castro. Conflitos, territórios e identificações: o encontro de experiências nas torcidas organizadas Cearamor e M.O.F.I. 2010. 213 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Departamento de Sociologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.