Craques do futebol

Autores

Bernard Morlino

Editora

Larousse do Brasil

Cidade

São Paulo

Tema

Jogadores de futebol

Área de concentração

Biografia

Páginas

224

Ano

2009

ISBN

9788576355366

Sumário

Prefácio, 6

Introdução, 8

Os virtuoses
Ferenc Puskas, 14
Alfredo Di Stefano, 18
Lev Yashin, 22
Pelé, 24
Eusébio, 28
Johan Cruyff, 30
Diego Maradona, 34
Michel Platini, 38
Éric Cantona, 42
Zinedine Zidane, 46

Os pioneiros
Gabriel Hanot, 54
Raoul Diagne, 55
Julien Darui, 56
Edmond Delfour, 58
Gustave Jordan, 60
Matt Busby, 62
Antoine Bonifaci, 64
René Vignal, 66
Giacinto Facchetti, 68
Dominique Rocheteau, 70

As muralhas
Rudi Hiden, 76
Dino Zoff, 78
Daniel Passarella, 80
Marius Trésor, 82
Franco Baresi, 84
Fabien Barthez, 86
Marcel Desailly, 88
Lilian Thuram, 90
Paolo Maldini, 92

Os arquitetos
Larbi Ben Barek, 98
Luis Suarez, 102
Tostão, 104
Juan Alberto Schiaffino, 105
Omar Sivori, 106
Gianni Rivera, 108
Rachid Mekhloufi, 110
Roger Piantoni, 112
Wolfgang Overath, 114
Johan Neeskens, 115
Ruud Gullit, 116
Roberto Baggio, 118

Os rebeldes
Pierre Chayrunguès, 124
Étienne Mattler, 126
Matthias Sindelar, 128
Joseph Ujlaki, 129
George Best, 130
Sócrates, 134
Jean Tigana, 135
Paul Gascoigne, 136
Paul Breitner, 138
Hristo Stoichkov, 139
Romário, 140
Ronaldinho, 142

Os reis
José Andrade, 148
Raymond Kopa, 150
Stanley Matthews, 154
Garrincha, 156
Bobby Charlton, 160
Francisco Gento, 164
Kevin Keegan, 165
Franz Beckenbauer, 166
Thierry Henry, 170
Ryan Giggs, 172

Os Pit Bulls
Norbert Stiles, 178
Hans-Hubert Vogts, 179
Graham Souness, 180
Harald Schumacher, 182
Frank Rijkaard, 184
Didier Deschamps, 185
Lothar Matthäus, 186
Ronald Koeman, 188
Gennaro Gattuso, 190
Clarence Seedorf, 192
Paul Scholes, 194

Os atiradores de elite
Giuseppe Meazza, 200
Valentino Mazzola, 201
José Altafini, 202
Sandor Kocsis, 204
Just Fontaine, 206
Delio Onnis, 210
Gerd Müller, 212
Luigi Riva, 214
Kenneth Dalglish, 215
Marco Van Basten, 216
Ronaldo, 218
Raul Gonzalez Blanco, 220
Cristiano Ronaldo, 222

Sinopse

Paixão, infância, memória, fidelidade… O futebol tem seus grandes temas e figuras, exatamente como a história, o cinema e a literatura. Os jogadores são heróis ao ar livre, daí sua força. Eles fazem a ponte entre o sonho e o real absoluto.

Os melhores jogadores são os criativos, da mesma forma que os músicos, escritores, pintores e atores.

Quem se lembra de algum filme rodado em 1982? Ninguém. De outro lado, ninguém esqueceu o jogo Brasil x Itália da Copa da Espanha.

O futebol não pode ficar resumido a “vinte e dois idiotas correndo atrás de uma bola”, ou a uma espécie de Índice Dow Jones manipulado por dirigentes mais interessados nas cotações da Bolsa do que na arte do contra- ataque.

Desde tempos imemoriais, os homens sempre correram atrás de uma bola redonda como a Terra. Com certeza, o pé é apenas um instrumento. O cérebro é que é o artista. Eis um panteão afetivo da memória coletiva do rei dos esportes.

Este panorama traz uma seleção de artistas que contribuíram com sua classe para alimentar o futebol do século XX.

Aqui encontramos os pioneiros Vignal e Facchetti; os reis Kopa e Garrincha; as muralhas defensivas Trésor e Barthez; os pit bulls Rijkaard e Matthäus; os atiradores de elite Fontaine e Van Basten; os rebeldes Best e Tigana; os arquitetos Ben Barek e Gullit, juntamente com, é claro, os virtuoses Puskas, Di Stefano, Pelé, Cruyff, Platini, Maradona, Cantona e Zidane.

Este livro relembra o tempo de suas façanhas, sem negligenciar os destinos interrompidos. Os jogadores de futebol certamente se tornaram personagens maiores da sociedade porque vendem felicidade. Nem tudo está podre no reino do futebol, onde há homens antes de creatina, bandeirolas, bastões e nacionalismos. O jogo ocorre no gramado, não nas tribunas.

Referência

MORLINO, Bernard. Craques do futebol. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.