Cronistas esportivos em campo

Autores

André Alexandre Guimarães Couto

Subtítulo

Letras, Imprensa e Cultura no Jornal do Sports (1950-1958)

Orientador

André Mendes Capraro

Banca

Elcio Loureiro Cornelsen, Victor Andrade de Melo, Miguel Archanjo de Freitas Junior, Luiz Carlos Ribeiro

Faculdade / Instituição

Setor de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutor em História

Ano

2016

Páginas

346

Cidade

Curitiba

Resumo (pt)

O presente trabalho investiu na investigação de um gênero híbrido de narrativa textual, no limite entre o jornalismo esportivo e a literatura: a crônica sobre os esportes. Para tanto, escolhermos uma série de autores/cronistas que atuaram no Jornal dos Sports, ao longo da década de 1950. O objetivo central da pesquisa foi perceber em que medida estes narradores tinham a autonomia suficiente para criar e recriar representações culturais e sociais em torno dos esportes, além de descobrir quais eram estas posições. Apesar de o futebol ter dominado as pautas da imprensa esportiva ao longo de todo o século XX, como os campeonatos regionais, as Copas do Mundo e a Copa Rio, entendemos que outros assuntos foram debatidos por estes cronistas como a cobertura dos Jogos Olímpicos, tudo isso sob a luz da linha editorial deste jornal, que valorizava a prática do denuncismo e a do clubismo, dentre outras. Desta forma, poderemos ter uma visão mais ampla e profunda da história da imprensa esportiva, que não passe necessariamente pela exclusiva atuação de um único jornalista, Mário Filho, espécie de mito fundador da comunicação esportiva.

Abstract

This work invested in research of a hybrid genre of textual narrative, the boundary between sports journalism and literature: a chronicle of sports. Therefore, choose a number of authors/writers who worked in the Jornal dos Sports, throughout the decade of 1950. The central objective of the research was to see to what extent these narrators had sufficient autonomy to create and recreate cultural and social representations about sports, and find out what were these positions. Although football has dominated the agendas of the sporting press throughout the twentieth century, as the regional championships, the World Cup and the Rio Cup, we understand that other issues were discussed by these chroniclers as the coverage of the Olympic Games, all that in the light of the editorial of this newspaper, which valued the practice of denunciation and the clubism, among others. In this way, we can have a broader and deeper view of the history of the sports press, which does not necessarily pass by the exclusive action of a single journalist Mário Filho, a kind of founding myth of sports communication.

Sumário

INTRODUÇÃO, 17

1 (INTER)SUBJETIVIDADES, SENTIMENTOS E HIBRIDISMOS DA CRÔNICA, 39
1.1 A CRÔNICA COMO ELEMENTO INTER(SUBJETIVO) DE COMUNICAÇÃO, 40
1.2 USOS E ABUSOS DOS SENTIMENTOS NAS CRÔNICAS ESPORTIVAS, 63
1.3 O HIBRIDISMO ENTRE LITERATURA E JORNALISMO E OS USOS DA HISTÓRIA, 87

2 O JORNAL DOS SPORTS E A “CASA” DAS CRÔNICAS, 109
2.1 O JORNAL DOS SPORTS: DA FUNDAÇÃO AO APOGEU DAS CRÔNICAS, 110
2.2 UM BREVE PANORAMA DA GRANDE IMPRENSA, 134
2.3 “ARRUMANDO A CASA”: UMA ANÁLISE INTERNA DO JS NOS ANOS 1950, 138

3 OS DONOS DAS LETRAS – CRONISTAS ESPORTIVOS EM FOCO, 150
3.1 APONTAMENTOS BREVES SOBRE HISTÓRIA E BIOGRAFIA, 151
3.2 OS LITERATOS E ERUDITOS DO ESPORTE, 156
3.3 OS JORNALISTAS DE PLANTÃO TAMBÉM QUEREM CRIAR, 170
3.4 OS JORNALISTAS POLEMISTAS: POPULARES E IRREVERENTES, 177 
3.5 AS MULHERES E SUAS “VOZES”: UM CASO A PARTE, 183

4 POR QUEM OU POR QUE OS CRONISTAS DOBRAM?, 192
4.1 MOMENTOS DE EUFORIA, CHOQUE E CRIATIVIDADE: AS COPAS DO MUNDO, 193
4.2 A COPA RIO: O BRASIL EM EVIDÊNCIA PELOS CLUBES, 249
4.3 O JS É OLÍMPICO? UMA VISÃO DE ADEQUAÇÃO AO UNIVERSO ESPORTIVO, 275
4.4 DE DENÚNCIA EM DENÚNCIA: REGULANDO O CAMPO?, 293
4.5 O CLUBE ACIMA DE TUDO: O SENTIMENTO CLUBÍSTICO, 305

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 319 

REFERÊNCIAS, 326

FONTES, 337

ANEXOS, 345

Referência

COUTO, André Alexandre Guimarães. Cronistas esportivos em campo: Letras, Imprensa e Cultura no Jornal do Sports (1950-1958). 2016. 346 f. Tese (Doutor em História) - Setor de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.