Da sedução malandra à imaginação tática

Autores

Diego Frank Marques Cavalcante

Subtítulo

a sociogênese do pensamento futebolístico brasileiro e sua representação discursiva

Orientador

Alexandre Fleming

Banca

Manoel Domingos Neto, Homero Luís Alves Lime, Márcio Ascelrad

Faculdade / Instituição

Universidade Federal do Ceará

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Sociologia

Ano

2010

Páginas

215

Cidade

Fortaleza

Resumo (pt)

Esta dissertação tem como foco principal a investigação do pensamento futebolístico no Brasil e sua apropriação discursiva. Estes pensados a partir do visionamento intensivo de imagens, da literatura de Nélson Rodrigues e de entrevistas com torcedores em mesas de bar. O pensamento é aqui tratado como potencial criativo: inventar “espaços-futebolísticos” tendo o corpo como principal matéria de expressão. A apropriação discursiva, por sua vez, significa a representação e os usos sociais que decorrem das performances dos jogadores em campo. A história do pensamento futebolístico brasileiro será analisada a partir de quatro “formações sociais”: de elite, malandra, malandra – disciplinada e tática- polifuncional. O interesse principal é propor uma nova forma de entender a lógica do pensamento futebolístico e sua apropriação social, enfatizando o uso do corpo e do discurso.

Abstract

This research has its main focus on the investigation of the “soccer thought” in Brazil and its discursive use. Taking as a point of depart fieldwork including semiotic analyses of soccer games, Nelson Rodrigues literature and ethnography of pubs in Ceará. Thought is treated here as creative potential: to invent “football spaces” using the body as the main instrument of expression. On the other hand, discursive appropriation means the representation and the social uses of the performances made by soccer players. The history of the “soccer thought” will be analyzed of the four “social patterns”: of elite, “malandro”, “malandro – disciplined” and “tactics- several function”. The main propose here is to open new ways of understanding the logic of “soccer thought” in its appropriations, emphasizing its body and a discursive uses.

Sumário

-Resumo, 01

-Abstract, 02

– Introdução, 03

1. O pensamento futebolístico, 13

1.1 Entre o ópio e o símbolo: representações sobre o futebol, 13

1.2. A lógica da interação futebolística, 16

1.2. Pensamento e arte no futebol., 20

2. A experiência “elitista” do futebol brasileiro: a distinção de Marcos Mendonça, 33

3. O nascimento do pensamento malandro, 40

3.1 A ilha deserta: a recriação marginal do futebol, 45

3.2. Visões 3.6. Garrincha: um artista das temporalidades, 69

4. A sintetização da Malandragem: Pelé, o malandro disciplinado, 83

4.1. A “contaminação” disciplinar no futebol brasileiro, 85

4.2. O “nascimento” da disposição disciplinar no futebol brasileiro, 91

4.3. A invenção do espaço pelo espaço: Pelé e o “banho de cuia”, 96

4.4. Representação verbal da sedução futebolística: a elaboração da identidade brasileira por Nélson Rodrigues, 102

5. O futebol no escopo da contemporaneidade: o nascimento da estrela futebolística, 108

5.1. A manipulação do virtual: Performances sintéticas no futebol brasileiro, 110

5.2. A engenharia do sintético: A “lógica imagética” das transmissões televisivas, 113

5.3. Contaminações sintéticas no futebol brasileiro, 118

5.4. A constituição do Olímpo Futebolístico, 124

5.5. Kaká e a imaginação tática: criar em fuga e perseguição, 128

5.6. Narrativas contemporâneas: transmissões televisivas no futebol brasileiro, 132

5.7. Ritualidades e “devires” no futebol contemporâneo, 136

5.8. Entre o fascínio e o sentido: a semântica dos rituais futebolísticos na contemporaneidade, 137

5.9. Rituais e performance, 140

5.10. Fagulhas de “malandragem-malandra”: o devir- malandro do brasileiro, 143

6. A reapropriação das “performances sintéticas”: o torcer nos bares, 149

6.1. A fruição do torcer no Kasa Kaiada: para além do “apocalipse” e aquém do agir – comunicativo, 152

6.2. A construção dos sentidos espaciais do torcer no Kasa Kaiada, 155

6.3. Fruição futebolística no Kasa Kaiada, 156

6.4. Intempestividade performática: os signos da paixão no torcer, 160

6.5. Performances projetivas: O pensamento futebolístico discursivo no bar, 162

6.6. A lógica do torcer, do “secar” e do “frescar”: buscando fruições outras, 164

-Apêndice, 177

-A última “finta”: à guisa de conclusão, 196

-Referências Bibliográficas, 201

 

Referência

CAVALCANTE, Diego Frank Marques. Da sedução malandra à imaginação tática: a sociogênese do pensamento futebolístico brasileiro e sua representação discursiva. 2010. 215 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.