Dentro e fora de outros gramados

Autores

Marcel Diego Tonini

Subtítulo

histórias orais de vida de futebolistas brasileiros negros no continente europeu

Orientador

José Carlos Sebe Bom Meihy

Banca

Fatima Martin Rodrigues Ferreira Antunes, Flavio de Campos, José Paulo Florenzano, Katia Rubio

Faculdade / Instituição

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutorado em História

Ano

2016

Páginas

478

Cidade

São Paulo

Resumo (pt)

Esta pesquisa propõe um estudo sobre o fenômeno do racismo e da xenofobia na Europa através de levantamento bibliográfico, fontes diversas e, principalmente, histórias orais de vida de alguns futebolistas brasileiros negros que atuaram no continente europeu a partir da década de 1960. O conjunto de procedimentos adotados é o da história oral, mais especificamente aquele praticado pelo Núcleo de Estudos em História Oral da Universidade de São Paulo. Constituí documentos inéditos, em cujos textos estão expressas as experiências e as memórias da comunidade de destino. O objetivo geral da pesquisa foi relacionar o problema da negritude no futebol em vista de um contexto social mais amplo, o qual tem como pano de fundo a globalização e as migrações internacionais. A tese está dividida em três partes. Na primeira, intitulada de “História do projeto”, introduzo a pesquisa, apresento os conceitos fundamentais, coloco o tema em perspectiva histórica, justifico a escolha pela história oral, exponho os procedimentos adotados e relato as minhas experiências de entrevista com personalidades futebolísticas. Na segunda, “Histórias orais de vida”, apresento cinco histórias de vida que abrangem as décadas de 1980 a 2000 e narram as experiências vividas pelos futebolistas nas principais ligas europeias e na vida social nos respectivos países. Na terceira e última parte, “Memória coletiva” seleciono temas recorrentes nas narrativas, os quais dizem respeito à própria trajetória de vida e profissional, ao movimento migratório e, por fim, ao racismo e à xenofobia. Há um jeito brasileiro de lidar com a questão? Esta é a pergunta que procuro responder nas considerações finais.

Palavras-chave: Jogador, Futebol, Negros, Racismo e História Oral.

Abstract

This research is a study of racism and xenophobia in the European society through literature review, various sources and, primarily, oral life stories from some black Brazilian footballers that played in the European continent from the 1960’s onwards. The methodology used is oral history, more specificaly that which is practiced by the Centre for Studies in Oral History of the University of São Paulo (Núcleo de Estudos em História Oral da Universidade de São Paulo). I have composed unpublished documents in which experiences and memoirs of the destiny community are expressed. The research’s overall objective was to discuss the black footballers’ issue within a broader social context, having globalisation and international migration as background. The thesis consists of three parts. In the first one, entitled “The project’s history”, I introduce the research, present the core concepts, put the theme in historical perspective, justify my choice for using oral history, explain the methodology and report on my experiences interviewing football personalities. In the second, “Oral life stories”, I present five life stories spanning from the 1980’s to the 2000’s and narrate the footballers’ experiences in the main European leagues and their social lives in their respective countries. In the third and last part, “Collective memory”, I pick up recurring themes in those narratives, which relate to the footballer’s life and career, migration, racism and xenophobia. Is there a Brazilian way to deal with the issue? This is the question I try to answer in the final considerations.

Keywords: Football Players, Football, Black People, Racism, Oral History.

Sumário

Apresentação, 20

1. História do projeto, 24
1.1 Introdução, 25
1.2 Conceitos fundamentais, 31
1.3 O tema em perspectiva histórica, 80
1.4 A escolha pela História Oral, 187
1.5 O projeto “Memórias de Boleiros”, 201
1.6 Entrevistando personalidades, 204

2. Histórias orais de vida, 233

2.1 Junior, 234
2.2 Paulo Sérgio, 263
2.3 Djalminha, 280
2.4 Denilson, 315
2.5 Betão, 338

3. Memória coletiva, 374
3.1 Origem social: condições de vida e trabalho, 376
3.2 Ida à Europa: motivações, expectativas e receios, 391
3.3 Racismo e xenofobia: olhares e experiências, 402

Considerações finais, 435

Fontes e bibliografia, 442

Referência

TONINI, Marcel Diego. Dentro e fora de outros gramados: histórias orais de vida de futebolistas brasileiros negros no continente europeu. 2016. 478 f. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.