Do gramado às páginas

Autores

Diego Marques

Subtítulo

a crônica de futebol na imprensa no Brasil

Orientador

Pedro Theobald

Faculdade / Instituição

Escola de Humanidades, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Letras

Ano

2018

Páginas

84

Cidade

Porto Alegre

Resumo (pt)

Nem de longe objeto de interesse exclusivo de jornalistas esportivos, o futebol sempre fez parte do imaginário de escritores nacionais. Crônicas sobre este esporte são parte fundamental tanto de sua história quanto da do jornalismo e da literatura nacionais. Ao mesmo tempo gênero literário e jornalismo, a crônica, efêmera quando nas páginas dos jornais, apenas parece perecível ao tratar de um assunto tão mundano quanto o futebol. Talvez justamente sua efemeridade a faça grandiosa. Porque durante mais de século a crônica de futebol informa e diverte, analisa e entretém e, assim, aproxima-se do povo, cativa o leitor – possivelmente mais do que uma necessária notícia sobre finanças ou do que um educativo romance. Esta dissertação apresenta e analisa a trajetória da crônica de futebol em jornais e revistas (inclusive eletrônicas) no Brasil desde quando os textos eram jornalísticos, opinativos, até quando passaram a ser considerados também literatura. A principal fonte teórica desta dissertação é a teoria da crônica e seu exercício como a literatura do cotidiano, aqui aplicada ao assunto futebol, criando um subgênero essencialmente brasileiro. É a perenidade desse tipo de texto e a evolução de seu estilo que este trabalho analisará. Ao mostrar diferentes crônicas de diferentes épocas pretende mostrar como este tipo de crônica foi afetado pela passagem do tempo e pelo desenvolvimento das mídias nas quais se desenvolveu.

Abstract

Not by far the exclusive interest of sports journalists, football has always been part of the imagination of national writers. Chronicles about this sport are a fundamental part of both its history and that of national journalism and literature. At the same time literary genre and journalism, the chronicle, ephemeral on newspaper pages, only seems perishable when dealing with a matter as mundane as football. Perhaps its ephemerality is what makes it great. For more than a century the football chronicle informs and amuses, analyzes and entertains and thus approaches itself from people and captivates the reader – possibly more than necessary news about finance or an educational novel. This dissertation presents and analyzes the trajectory of the football chronicle in newspapers and magazines (also in electronic media) in Brazil ever since those texts were journalistic and opinionated until they came to be considered literature. The main theoretical source of this dissertation is the theory of the chronicle and its exercise as everyday literature, here applied to football, creating a Brazilian subgenre, essentially. It is the perenniality of this type of text and the evolution of its style this work will analyze. By showing different chronicles from different times, it is intended to show how this kind of chronicle was affected by the passage of time and the development of the media in which it was developed.

Sumário

1. INTRODUÇÃO, 9

2. O FUTEBOL, 13

3. A CRÔNICA, 23

4. AS CRÔNICAS DE FUTEBOL, 33
4.1 AQUECIMENTO (1900 A 1930), 35
4.2 PRIMEIRO TEMPO (1940 A 1960), 48
4.3 SEGUNDO TEMPO (1970 A 1980), 61
4.4 PRORROGAÇÃO (1990 A 2010), 68

5. CONCLUSÃO, 76

6. REFERÊNCIAS, 82

Referência

MARQUES, Diego. Do gramado às páginas: a crônica de futebol na imprensa no Brasil. 2018. 84 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Escola de Humanidades, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.