Drinking dangerously? Young football fans, alcohol and masculinity in Brazil

Autores

Heloisa Helena Baldy dos Reis, Mariana Zuaneti Martins, Ramón Spaaij, Felipe Tavares Paes Lopes

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Cidade

São Paulo

Volume

v. 32

Número

n. 2

Páginas

p. 277-288

Ano

2018

ISSN

1981-4690

Resumo (pt)

Este artigo analisou os jovens membros das torcidas organizadas de futebol e sua relação com o álcool. Essa relação foi investigada com base em um survey por meio do qual foram entrevistados 804 torcedores do estado de São Paulo, Brasil. Os resultados do survey indicaram que o percentual de jovens que se envolve com o uso abusivo de álcool é consideravelmente mais alto que a média da faixa etária no Brasil. Comparando com jovens de outros países, argumentamos que essa taxa alta é relacionada às práticas culturais que envolvem os jovens torcedores, nas quais beber “perigosamente” é um elemento constituinte da masculinidade no contexto do futebol.

Palavras-chave: Futebol; Álcool; Torcidas organizadas; Masculinidade; Fanatismo.

Abstract

This article examines young members of football fan formations known as torcidas organizadas and their relationship with alcohol. This relationship is investigated drawing on a survey undertaken with 804 young football fans in the State of São Paulo, Brazil. The survey results indicate that the percentage of young fans who engage in heavy drinking is considerably higher than that for young Brazilians of the same age in general. Through comparison with young football fans from other countries, it is argued that this high rate is related to the cultural practices of young torcedores, in which drinking ‘dangerously’ is a constitutive element in their construction of masculinity in the football context.

Keywords: Football; Alcohol; Torcidas organizadas; Masculinity; Fandom.

Referência

REIS, Heloisa Helena Baldy dos; MARTINS, Mariana Zuaneti; SPAAIJ, Ramón; LOPES, Felipe Tavares Paes. Drinking dangerously? Young football fans, alcohol and masculinity in Brazil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 32, n. 2, p. 277-288, 2018.