“É Muito Mais que Entrar em Campo e Defender um Time”

Autores

Polyanna Peres Andrade

Subtítulo

qualidade de vida no trabalho, bem-estar/mal-estar no trabalho e carreira de jogadores de futebol profissional

Orientador

Mário César Ferreira

Banca

Jorge Tarcísio da Rocha Falcão, Camila Torres, Magali Costa Guimarães, Emílio Peres Facas, Ana Lúcia Galinkin

Faculdade / Instituição

Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutorado em Psicologia Social

Ano

2016

Páginas

77

Cidade

Brasília

Resumo (pt)

O objetivo geral desta pesquisa é analisar a relação entre Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), bem-estar/mal-estar no trabalho e carreira de jogadores de futebol profissional. Realizou-se um recorte temático e uma condução metodológica com base na perspectiva da abordagem teórico-metodológica da Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho (EAA_QVT). Participaram da pesquisa 33 jogadores de futebol profissional masculino, que atuam na Série A do campeonato brasileiro, com idade entre 18 e 36 anos. Foram realizadas entrevistas individuais com base em roteiro semiestruturado. Os resultados das entrevistas foram submetidos à análise de conteúdo categorial temática. As categorias empíricas que veiculam a concepção de QVT se expressam nas seguintes temáticas: “Trajetória do Jogador Profissional”, “Percepção da Profissão de Jogador de Futebol”, “Rotina Diária e Jogos de Futebol”, “Estrutura do Clube de Futebol”, “Família”, “Relação com os Colegas”. As fontes de bem-estar no trabalho estão relacionadas com a “valorização”, as “oportunidades” e os “companheiros de time”, já as de mal-estar no trabalho são as “lesões corporais” ao longo da carreira e a “saudade dos familiares e amigos”. A relação entre QVT e carreira é permeada por variáveis intervenientes como o sonho e status de ser um jogador de futebol e o papel da torcida durante os jogos. A influência das variáveis intervenientes varia de acordo com a fase da carreira em que o jogador se encontra. Os resultados permitiram conhecer as percepções de trabalhadores de um contexto muito singular de trabalho, identificar nova agenda de pesquisa e, do ponto de vista aplicado, fornecer subsídios teóricos e empíricos aos clubes envolvidos para a concepção de políticas que permitam a promoção da QVT desses profissionais.

Abstract

The aim of this research is to analyze the relationship between Quality of Life at Work (QLW), well-being/ill-being at work and the career of professional football players. A thematic focus and methodological driving produced from the perspective of theoretical and methodological approach of Ergonomics Applied Activity on Quality of Life at Work (EAA_QLW). The participants were 33 players in men’s professional football, working in the A Series of the Brazilian championship, aged between 18 and 36 years-old. Individual interviews were conducted based on a semi-structured script. The results of the interviews were submitted to themed content categorized analysis. The empirical categories that convey the concept of QLW are given in the following themes: “Trajectory of the Professional Player”, “Perception of the Football Player profession”, “Daily Routine and Football Games” “Football Club Structure”, “Family”, “Relationship with colleagues”. The sources of well-being at work are related to the “Appreciation”, the “opportunities” and the “teammates” while the sources of ill-being are “bodily injury” throughout the career and “missing family and friends”. The relationship between QLW and career is permeated by intervening variables such as the dream and status of being a football player and the role of the fans during the games. The influence of other variables changes according to the stage players are in their careers. The results showed the perceptions of workers in a unique work environment, allowed the identification of a new research agenda and, from the applied point of view, provided theoretical and empirical subsidies to football clubs involved in the design of policies to promote QLW of these professionals.

Sumário

Lista de Tabelas, 10
Lista de Figuras, 11
Lista de Quadros, 12
Lista de Apêndices, 13
Resumo, 14
Abstract, 15
Introdução, 16

Quadro Teórico de Referência, 20
Futebol: Resgatando a Origem, 20
Qualidade de Vida no Trabalho, 22
Ergonomia da Atividade Aplicada no Trabalho, 23
Bem-Estar no Trabalho e Mal-Estar no Trabalho, 24
Carreira: Acepções e Alguns Enfoques, 27
Avanços nas Configurações nas Carreiras, 27
Futebol, QVT e Carreira, 29

Método, 31
Campo de Pesquisa, 31
Participantes, 31
Instrumentos, 32
Procedimento de Coleta de Dados, 32
Tratamento e Análise de Dados, 33

Resultados e Discussão, 35
As Características do Contexto de Trabalho, 35
Síntese dos Principais Achados da Pesquisa, 52

Conclusão, 62
Referência, 67

Referência

ANDRADE, Polyanna Peres. “É Muito Mais que Entrar em Campo e Defender um Time”: qualidade de vida no trabalho, bem-estar/mal-estar no trabalho e carreira de jogadores de futebol profissional. 2016. 77 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, Brasília, 2016.