Empresa x Associação

Autores

Bruno Menegon Nossig

Subtítulo

o debate que o futebol não teve

Editora

ECA-USP

Cidade

São Paulo

Páginas

125

Ano

2020

Sumário

INTRODUÇÃO, 5

PARTE I: NEOLIBERALISMO NO FUTEBOL
– As mudanças da década de 70, 13
– A transformação obrigatória na Europa, 18
– A busca pelo futebol espetáculo, 26
– O desencaixe do mercado: o torcedor-consumidor, 35

PARTE II: MUDANÇAS DO FUTEBOL BRASILEIRO
– A formação dos clubes brasileiros, 44
– As mudanças Legislativas em 1990, 51
– O atual cenário do clube-empresa no Brasil, 65

PARTE 3: O DEBATE
– O modelo de negócio resolve o problema?, 76
– Clubes como armas política, 88
– 50% mais um: Não agrada nem um, nem outro, 100
– A Alternativa da Democratização, 109

Notas, 115

Referências, 122

Sinopse

O intuito deste livro é apresentar diversas visões sobre a mudança jurídica de clubes e administração da parte do futebol por empresas. A obra está dividida em três partes. Na primeira parte, intitulada Neoliberalismo no Futebol, será analisado o atual  mundo deste esporte, cujas transformações caminharam juntas com o surgimento de uma nova ideologia política: o neoliberalismo. As mudanças após a década de 1970 tiraram de vez o cenário amador do esporte e o inseriram no mundo capitalista de busca intensa pelo lucro, com novas formas de obtenção de renda, como vendas dos direitos de transmissão, patrocínios nas camisas e o crescimento da área de marketing.

Referência

NOSSIG, Bruno Menegon. Empresa x Associação: o debate que o futebol não teve. São Paulo: ECA-USP, 2020.