“Engole o choro e vai pra cima”: Masculinidade e repercussão midiática da atuação brasileira na Copa do Mundo da Fifa de 2014

Autores

Júlia Silveira Araújo

Periódico / Revista

Estudos em Jornalismo e Mídia

Cidade

Florianópolis

Volume

v. 12

Número

n. 1

Páginas

p. 153-161

Ano

2015

ISSN

1984-6924

Resumo (pt)

O presente artigo analisa a repercussão na imprensa da campanha da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo da Fifa de 2014. Através do estudo do discurso presente em matérias jornalísticas e comentários públicos em sites noticiosos, procura-se identificar de que maneira noções como sensibilidade, passionalidade e feminilidade foram relacionadas ao mau desempenho dos jogadores locais em campo, reforçando o caráter majoritariamente sexista da cobertura, consumo e atuação no esporte, historicamente monopolizado por homens. Tal investigação permite verificar de que maneira o patriotismo é associado a um ideal bélico e viril no contexto da disputa internacional.

Palavras-chave Copa do Mundo de 2014, Nacionalismo, Masculinidade.

Abstract

This article analyzes the impact of brazilian’s national football campaign in FIFA World Cup 2014 on the press. Through the study of the speech contained in articles and public comments on news websites, we seek to identify how notions such as sensitivity, passionateness and femininity were related to the poor performance of local players, reinforcing the largely sexist nature of press coverage, consumption and performance in sport, historically monopolized by men. This research allows us to check how patriotism is associated with a warlike and virile ideal in the context of international dispute.

Keywords World Cup 2014, Nationalism, Masculinity.

Referência

ARAúJO, Júlia Silveira. “Engole o choro e vai pra cima”: Masculinidade e repercussão midiática da atuação brasileira na Copa do Mundo da Fifa de 2014. Estudos em Jornalismo e Mídia. Florianópolis, v. 12, n. 1, p. 153-161, 2015.