A escrita feminina e as narrativas da Copa de 2010 através das crônicas ‘Tiro Livre’

Autores

Leonardo Turchi Pacheco, Bárbara Gonçalves Mendes

Periódico / Revista

FuLiA / UFMG

Cidade

Belo Horizonte

Volume

v. 2

Número

n. 3

Páginas

p. 39-59

Ano

2017

Tema

Dossiê Crônica esportiva no Brasil: história e narrativa

ISSN

2526-4494

Resumo (pt)

O texto teve como objetivo debater as divergências e convergências no que tange à possibilidade de uma escrita feminina, para além da lógica binária de gênero. Para tanto, procuramos pensar a diversidade que o termo “mulheres” implica, tendo em vista como as normas de gênero vigentes na sociedade, por meio de dinâmicas de poder, constroem o que é esperado das pessoas às quais esse gênero é atribuído, alijando-as do mundo da escrita e do mundo futebolístico. Para pensar tais temáticas e as concessões dadas às “mulheres” para a participação no mundo público, nesse caso expresso pelo jornalismo esportivo, foi feita a análise das crônicas “Tiro Livre” sobre a Copa do Mundo da África do Sul. A escolha dos textos se deu pelo fato de que eles guardam especificidades: desde 2009, são publicados em um jornal de grande circulação no estado de Minas Gerais, bem como são escritos por uma “mulher”.

PALAVRAS-CHAVE: Escrita feminina; Futebol; Copa do Mundo.

Abstract

The aim of this paper was to debate about the convergences and divergences from the possibilities of a feminine writing detached from the binary gender logic. In order to discuss the diversity of the category “woman” we chose to explore the dynamics of power established by the social construction of gender through its norms, which dictates what gender a person can relate to, excluding “women” to participate, talk or even write about football. In this way in this paper, we will further discuss and analyze those themes exhibiting the concessions given to “women” to participate in the public sphere, conveyed in this case by the sport journalism, through the “Tiro Livre” chronicles written in virtue of the South Africa’s World Cup. It is important to emphasize that we chose those chronicles for its specificities: since 2009 they were written by a “woman” on the most widespread and popular newspaper of the state of Minas Gerais, Brazil.

KEY WORDS: Feminine writing; Football; World Cup

Referência

PACHECO, Leonardo Turchi; MENDES, Bárbara Gonçalves. A escrita feminina e as narrativas da Copa de 2010 através das crônicas ‘Tiro Livre’. FuLiA / UFMG. Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 39-59, 2017.