Esporte de massa como objeto de nicho

Autores

Giulia Piazzi

Subtítulo

uma análise editorial do mercado de livros de futebol

Orientador

Pablo Guimarães de Araújo

Co-rientador

Elcio Loureiro Cornelsen

Banca

Ana Elisa Ferreira Ribeiro, Gustavo Cerqueira Guimarães

Faculdade / Instituição

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Tipo

TCC

Área de concentração

Bacharelado em Letras - Tecnologias de edição

Ano

2015

Páginas

93

Cidade

Belo Horizonte

Resumo (pt)

Este trabalho propôs uma análise editorial do mercado de livros de futebol a partir da perspectiva de editoras/livrarias independentes (Colleu, 2007) que focalizam a temática desse esporte em suas publicações. Considerando a escassez de pesquisas sobre futebol que envolvem o âmbito da edição, e tendo em vista o aumento expressivo de livros de futebol com a aproximação de eventos como a Copa do Mundo FIFA, buscamos compreender como é o universo desse nicho editorial. Para tanto, utilizamo-nos de entrevista padronizada (Lakatos & Marconi, 2003), realizada por e-mail, para obter de seis editoras/livrarias, consideradas referências na publicação de livros de futebol, uma visão que possibilitasse a caracterização do nicho. Analisamos o depoimento dos representantes das editoras/livrarias com base em Anderson (2006), Muniz Jr. (2010) e Schiffrin (2006; 2011). Embora não seja possível generalizar resultados, por se tratar de uma pesquisa de cunho qualitativo e exploratório (Gil, 2002) focada em um pequeno grupo de editoras/livrarias, os depoimentos permitiram ter uma noção considerável sobre o nicho editorial dos livros de futebol. Verificamos a importância dos nichos de mercado e a existência de uma ideologia por trás das publicações das editoras, corroborando as reflexões de Anderson (2006) e Muniz Jr. (2010), respectivamente. Ademais, foi possível inferir um “oportunismo” por parte de grandes editoras em momentos propícios, como a Copa, e, ainda, identificar um público heterogêneo como alvo desses livros.

Palavras-chave: Futebol; Livros; Nicho editorial; Práticas editoriais.

Abstract

This paper proposed an analysis about the football book market from the perspective of independent publishing houses/bookstores (Colleu, 2007) which focus on that sport theme in their publications. Considering the shortage of researches about football that involve the publishing area, besides an expressive increase of football book publishing due to events as World Cup FIFA, we sought to understand how is the universe of this editorial niche. For this purpose, we used standardized interview (Lakatos & Marconi, 2003), by e-mail, to obtain from six publishing houses/bookstores, which are considered references in football book publishing, a view to enable a description of the niche. The interviews were analyzed based on Anderson (2006), Muniz Jr. (2010) and Schiffrin (2006; 2011). Although we cannot generalize results, since this paper is a qualitative and exploratory investigation (Gil, 2002) with focus in a small group of publishing houses/bookstores, the interviews have shown a considerable idea about the editorial niche of football books. We verified the importance of market niches and the existence of an ideology behind publications, reaffirming the thoughts of Anderson (2006) and Muniz Jr. (2010), respectively. Furthermore, it was possible to infer an “opportunism” by others big publishing companies in propitious moments, as World Cup, and also to identify a heterogeneous target audience of these books.

Keywords: Football; Books; Editorial niche; Editorial practices.

Sumário

1. PONTAPÉ INICIAL, 13
1.1 Visão do jogo, 16
1.1.1  Tema e abordagens, 16
1.1.2  Justificativa, 17
1.1.3  Objetivo, 17
1.1.4  Metodologia, corpus e princípios teóricos, 18
1.1.5  Revisão de literatura, 21

2. O FUTEBOL NO BRASIL: UM BREVE HISTÓRICO, 22
2.1 Do jogo ao objeto acadêmico, do entretenimento da elite à identificação nacional, 24

3. FUTEBOL, LITERA TURA E EDIÇÃO, 31
3.1  Primeiras letras sobre o futebol no Brasil, 32
3.2  O futebol na literatura: do preconceito à premiação, 33
3.3  A bola da vez na Feira de Frankfurt, 38
3.4  O evento “Brasil, Futebol e Livros”, 39
3.5  Copa do Mundo e o boom editorial, 41

4. ANÁLISE TÁTICA,  43
4.1  Perfil das editoras/livrarias, 44
4.2  Interesse pelo futebol como tema e critério de seleção de obras, 48
4.3  Copa do Mundo: o que muda?, 49
4.4  Futebol também no digital?, 51
4.5  Compras governamentais e incentivos para publicação, 52
4.6  Estratégias comerciais e de divulgação, 54
4.7  E o leitor?, 56

5. APITO FINAL: COMENTÁRIOS E CONSIDERAÇÕES, 59

REFERÊNCIAS, 63

APÊNDICES, 67
APÊNDICE A – ENTREVISTA À LIVROSDEFUTEBOL.COM, 67
APÊNDICE B – ENTREVISTA À MAQUINÁRIA EDITORA, 72
APÊNDICE C – ENTREVISTA À LIVRARIA E EDIÇÕES FOLHA SECA, 76
APÊNDICE D – ENTREVISTA À OFICINA RAQUEL, 80
APÊNDICE F – ENTREVISTA À PONTES EDITORES, 84
APÊNDICE G – ENTREVISTA A ADEMIR MASSAYOSHI TAKARA, 88

ANEXOS, 90
ANEXO A – ENTREVISTA A MARCELO DUARTE, DA PANDA BOOKS, 90

Referência

PIAZZI, Giulia. Esporte de massa como objeto de nicho: uma análise editorial do mercado de livros de futebol. 2015. 93 f. TCC (Bacharelado em Letras - Tecnologias de edição) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.