Esporte e política: a Copa do Mundo de 1978 vista da Alemanha

Autores

Alexandre Fernandez Vaz

Periódico / Revista

Motus Corporis

Cidade

Rio de Janeiro

Volume

v. 5

Número

n. 2

Páginas

p. 156-173

Ano

1998

ISSN

1413-9111

Resumo (pt)

Na Copa do Mundo de Futebol de 1998, na França, a partida entre as seleções da República Islâmica do Irã e dos Estados Unidos da América despertou grande curiosidade da mídia, apesar de seus poucos atrativos técnicos. Entende-se o fato: assim como Argentina e Inglaterra em 1986, Irã e EUA não mantinham entre si relações diplomáticas, tornando-se o espetáculo esportivo, neste caso, símbolo do enfrentamento entre os dois países. O líder das “democracias ocidentais” acabou “derrotado” por uma república fundamentalista islâmica, que, aos olhos do Ocidente, apresentase como exemplo de ditadura. A partida foi palco de manifestações de exilados iranianos, e a vitória, com se pôde ver nos meios de comunicação, amplamente comemorada no país.

Referência

VAZ, Alexandre Fernandez. Esporte e política: a Copa do Mundo de 1978 vista da Alemanha. Motus Corporis. Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 156-173, 1998.