FOOTBALL, Uma prática elitista e civilizadora

Autores

André Mendes Capraro

Subtítulo

investigando o ambiente social e esportivo paranaense do início do século XX

Orientador

Luiz Carlos Ribeiro

Faculdade / Instituição

Setor de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná

Tipo

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História

Ano

2002

Páginas

157

Cidade

Curitiba

Resumo (pt)

Este trabalho analisa – no contexto curitibano do início do século XX – os primórdios do futebol paranaense, com ênfase na participação de dois clubes: o Internacional Football Club e o América Football Club. Utilizando o modelo micro-histórico e a teoria do processo civilizador de Norbert Elias, a investigação buscou as origens sociais e étnicas dos componentes dos clubes de futebol que participaram da sua introdução no estado. Utilizando fontes variadas como documentos de época, periódicos, fotografias, entre outras, buscou-se um confronto com as idéias estabelecidas pelos memorialistas que escreveram sobre a mesma temática. Também foi aberto um quadro comparativo entre o panorama do futebol paranaense e a prática deste esporte em outros grandes centros brasileiros como Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre; já que, tal atividade, não poderia ser entendida isoladamente, pois o ciclo de influências partia, no primeiro momento dos grandes centros, estendendo-se, posteriormente, dentro da própria sociedade local. Além disso, foi explicitado a relação que o football mantinha, nos primeiros anos da sua prática nos clubes sociais, com uma gama variada de atividades, sejam elas de caráter esportivo, lúdico, cultural, cívico ou, até mesmo, um modismo europeu e/ou norte-americano de cunho civilizatório. É da junção destes variados elementos, que a prática futebolística vai tomando os gostos populares, tornando-se, passo-a-passo, um dos elementos culturais que mais caracterizam a brasilidade.
Palavras-chave: história do futebol paranaense; micro-história; Internacional Football Club; América Football Club.

Sumário

INTRODUÇÃO – Considerações teórico-metodológicas e historiográficas, 1

Direto da Europa chega o football, 22

Eventos “chics”, imagens registradas, 30

o início DA PRÁTICA FUTEBOLÍSTICA no paraná, 38


CARTA À REDAÇÃO: contextualizando o futebol em Curitiba, 41
Notas iniciais sobre a carta, 41

Sobre o futebol em geral, 44
Sugestões para melhorias no futebol curitibano, 47
Sobre a cidade, sobre o autor, 54
Notas finais sobre a carta, 56


o surgimento do Internacional Football Club: ESCRITOS MEMORIALISTAS VERSUS FONTES HISTÓRICAS, 58
As “Diversas” Fundações do Internacional Football Club, 59
Investigando a Fundação do Internacional, 82

Aumentando a escala de observação, 84

 
a Fundação do América Football Club, 87
O(s) símbolo(s) do(s) América(s), 96

Adesão ou conflito? Uma história para o América Football Club, 99
 

a necessidade de uma entidade regulamentadora, 103
Breves antecedentes – ecletismo e football, 107

A formação da Liga Sportiva Paranaense, 112

 
Santos Dumont e Olavo Bilac – Ilustres Visitantes – nos Primórdios do Futebol Paranaense, 127
Santos Dumont, 131
Olavo Bilac, 136
 
O FIM?, 141
 
REFERÊNCIAS, 144

Referência

CAPRARO, André Mendes. FOOTBALL, Uma prática elitista e civilizadora: investigando o ambiente social e esportivo paranaense do início do século XX. 2002. 157 f. Dissertação (Mestrado em História) - Setor de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2002.