Futebol, cinema e masculinidade: uma análise de Asa Branca, um Sonho Brasileiro (1981) e Onda Nova (1983)

Autores

Victor Andrade de Melo, Jorge Dorfman Knijnik

Periódico / Revista

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto

Volume

v. 9

Número

n. 2-3

Páginas

p. 183-191

ISSN

1645-0523

Resumo (pt)

Ao redor da presença do futebol no cinema podemos encontrar indícios de uma época, representações sobre diferentes dimensões de um momento histórico, alguns elementos que nos permitem lançar um olhar sobre o espírito de um tempo. Tendo em vista essas potencialidades, esse estudo objetiva analisar duas produções cinematográficas da década de 1980, Asa Branca, Um Sonho Brasileiro (Djalma Limongi Batista, 1981) e Onda Nova (Ícaro Martins e José Antônio Garcia, 1983). Esses dois filmes, nos quais o futebol ocupa espaço de destaque, permitem-nos identificar e discutir as mudanças e paradoxos vividos na sociedade brasileira naquele momento, sobretudo no que tange às relações de gênero. De modo sutil, no caso de Asa Branca, ou de modo aberto e explícito, em Onda Nova, o que podemos depreender é que, em virtude do quadro de transição, novas atitudes e condutas são esperadas dos homens, novas idéias de masculinidade se constroem no seio da sociedade brasileira, refletindo os avanços e questionando a ordem de gênero anterior. Nesse quadro, também o esporte dialoga com esse conjunto de novas construções simbólicas, sendo, portanto, assunto que merece nossa atenção.

Palavras-chave: cinema, esporte, masculinidades, futebol

Abstract

Soccer, movies and masculinity: an analysis of Asa branca, um sonho brasileiro (1981) and Onda nova (1983)

Amid the presence of soccer in the movies, we find traces of an epoch, representations of different dimensions of an historical period, some elements that offer us a glimpse into the spirit of an era. In view of those potentialities, this study aims to analyze two film productions from the 1980’s, Asa Branca, Um Sonho Brasileiro (Djalma Limongi Batista, 1981) and Onda Nova (Ícaro Martins and José Antônio Garcia, 1983), both of which, each in their own way, enable us to identify and discuss the changes in and paradoxes experienced by the Brazilian society of that time, especially as regards social gender relations. Subtly, in the case of Asa Branca, or openly and explicitly in Onda Nova, what we may gather is that owing to the social changes, new attitudes and behaviors are expected from men and new masculinities are built within the Brazilian society, reflecting advances and questioning the former gender order. In this context, the sport dialogue to these new symbolic buildings, something important to be discussed.

Key-words: cinema, sports, masculinity, soccer

Referência

MELO, Victor Andrade de; KNIJNIK, Jorge Dorfman. Futebol, cinema e masculinidade: uma análise de Asa Branca, um Sonho Brasileiro (1981) e Onda Nova (1983). Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Porto, v. 9, n. 2-3, p. 183-191, 2009.