Futebol de várzea

Autores

Lucas Mendes Ribeiro

Subtítulo

espaço de insurgências

Orientador

Luciana Xavier de Oliveira

Faculdade / Instituição

Universidade Federal do ABC

Tipo

TCC

Área de concentração

Bacharelado em Planejamento Territorial

Ano

2020

Páginas

68

Cidade

São Bernardo do Campo

Resumo (pt)

O futebol de várzea nasce nas margens dos rios na cidade de São Paulo. Praticado pelos negros descendentes de escravizados e por imigrantes empobrecidos, consolida-se como principal forma de lazer e importante forma de organização popular das classes subalternizadas. Com o processo de espoliação urbana é empurrado junto a essa população para a periferia da cidade, onde se reestrutura e permanece como prática social essencial em seu modo de vida. Ao insurgir contra o processo de espoliação urbana, essa população conquista sua cidadania e passa a mover práticas de disputa pelo espaço urbano. A partir da análise de quatro times de várzea da zona leste de São Paulo, busca-se refletir se o futebol de várzea pode ser enquadrado como prática insurgente de planejamento. A conclusão é que o futebol de várzea também é uma forma de insurgência frente ao futebol profissional elitizado e ao planejamento formal.

Palavras-chave: Futebol. Planejamento. Periferia. Território. São Paulo. Várzea.

Abstract

Lea football is born on São Paulo’s banks of rivers. Practiced by black descendants of enslaved people and impoverished immigrants, it is consolidated as the main form of leisure and as an important form of population organization for the subalternized classes. Because of the urban exploitation process, lea football is driven away with this population to the outskirts of town, where it is restructured and remains as an essential social practice in their lifestyle. This population stands against that exploitation process and because of it, they conquer citizenship and begin to do practices of dispute for the urban space. Based on the analysis of four lea football teams from São Paulo’s east side, we seek to reflect over whether lea football can be classified as an insurgent planning practice. The conclusion is that lea football is also an insurgent form against elite professional football and formal planning.

Keywords: Football. Planning. Urban fringe. Territory. São Paulo. Lowland.

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 8

2 OS DIFERENTES FUTEBÓIS E AS DIFERENTES MARGINALIZAÇÕES, 12
2.1 Os vários futebóis e as diferentes cidadanias: a popularização e a profissionalização do esporte, 12
2.2 Das margens dos rios às margens da metrópole, 16

3 DAS MARGENS DA METRÓPOLE À INSURGÊNCIA, 21

4 CAMPOS DE INSURGÊNCIAS: AS EXPERIÊNCIAS DO FUTEBOL DE VÁRZEA E AS PRÁTICAS INSURGENTES DE PLANEJAMENTO, 32
4.1 Alvorada das causas impossíveis: os casos do Negritude F.C. e do Santa Rita F.C. da Cohab I, 32
4.2 Favela é uma raiz que nasce forte em qualquer lugar: o caso do AEC Favela F.C do Jardim Miragaia, 43
4.3 Entre os vãos do viaduto: o caso do Corote e Molotov F.C., 51

5 CONCLUSÃO, 60

REFERÊNCIAS, 63

Referência

RIBEIRO, Lucas Mendes. Futebol de várzea: espaço de insurgências. 2020. 68 f. TCC (Bacharelado em Planejamento Territorial) - Universidade Federal do ABC, São Bernardo do Campo, 2020.