Futebol e identidade

Autores

Guilherme Brum Nunes

Subtítulo

A Copa do Mundo de 1982 nas crônicas de João Saldanha e Ruy Carlos Ostermann

Orientador

Hélder Volmar Gordim da Silveira

Banca

Luciano Aronne De Abreu, René Ernaini Gertz

Faculdade / Instituição

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Do Sul

Tipo

Monografia

Área de concentração

História

Ano

2015

Páginas

92

Cidade

Porto Alegre

Resumo (pt)

O presente trabalho tem como objetivo principal pesquisar a seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de 1982 usando as crônicas que Ruy Carlos Ostermann e João Saldanha escreveram antes, durante e depois da disputa do mundial procurando relacioná-la com a identidade nacional. Contudo, a pesquisa inicia-se com o propósito de compreender a relação do futebol com a sociedade brasileira, procurando identificar como esse esporte transformou-se numa das principais fontes de identidade nacional para os brasileiros. Nesse processo, perceberemos que Gilberto Freyre e Mário Filho tiveram papel destacado, sobretudo na invenção de um estilo próprio de jogar futebol praticado pelos brasileiros, o futebol-arte. Após sua consolidação, o futebol-arte transformou-se na principal característica do futebol brasileiro, e a seleção brasileira da Copa de 1982 uma das suas principais representantes. Procuraremos nas crônicas de João Saldanha e Ruy Carlos Ostermann, além de suas observações sobre a participação brasileira na Copa de 1982, seus posicionamentos quanto do futebol-arte, como eles o percebiam e como achavam que deveria ser utilizado dentro de campo está quase natural disposição que os brasileiros tinham para a prática do futebol e sua relação com a identidade nacional e o momento pelo qual o país passava no início da década de 1980 em meio a transição política.

Sumário

Introdução, 10

1 O futebol na academia e a crônica esportiva, 15

1.1 Futebol e seu desenvolvimento no campo acadêmico, 15

1.2 A trajetória da crônica esportiva no Brasil, 23

 

2 Futebol e identidade nacional, 31

2.1 Introduções, primeiras décadas e profissionalização, 31

2.2 A invenção de um estilo: o futebol-arte, 34

2.3 Contratempos e consolidação de um estilo próprio, 41

2.4 Ostermann, Saldanha e o futebol brasileiro, 46

 

3 Uma Copa, muitas expectativas, 54

3.1 Mudanças, no futebol e na política, 54

3.2 A seleção de 1982 para Ostermann e Saldanha, 62

 

4 Nem sempre vence o melhor, 72

4.1 Brasil versus Argentina: grande vitória, 72

4.2 Brasil versus Itália: a tragédia do Sarriá, 77

 

Considerações finais, 84

 

Referências, 87

Referência

NUNES, Guilherme Brum. Futebol e identidade: A Copa do Mundo de 1982 nas crônicas de João Saldanha e Ruy Carlos Ostermann. 2015. 92 f. Monografia (História) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Do Sul, Porto Alegre, 2015.