Futebol em campo minado: representações da violência e da morte em “Cemitério clandestino”, de Ana Paula Maia, e “Ademir”, de Mariant Gallo

Autores

Tânia Sarmento-Pantoja

Periódico / Revista

FuLiA / UFMG

Cidade

Belo Horizonte

Volume

v. 4

Número

n. 3

Páginas

p. 24-41

Ano

2019

Tema

Dossiê Futebol e política: transculturação e transformação no mundo da língua portuguesa

ISSN

2526-4494

Resumo (pt)

Este estudo analisa os contos “Cemitério clandestino” e “Ademir”, escritos pelos brasileiros Mariant Gallo e Ana Paula Maia. “Ademir” pertence à coletânea intitulada O gol esquecido: contos de futebol (2014), que contém contos de Gallo, todos dedicados ao futebol, enquanto “Cemitério clandestino” pode ser encontrado em Entre as quatro linhas: contos sobre futebol (2013), coletânea organizada por Luiz Ruffato, que reúne quinze contistas. Dois aspectos, presentes em ambos os contos, movimentam a análise: o futebol e a violência.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura; Futebol; Violência; Resistência.

Abstract

This study analyzes the tales “Cemitério Clandestino” and “Ademir”, respectively written by Brazilians writers Mariant Gallo and Ana Paula Maia. “Ademir” belongs to the compilation entitled O gol esquecido (2014), which contains Gallo’s tales, all dedicated to football, while “Cemitério Clandestino” can be found in Entre as quatro linhas: contos sobre futebol (2013), compiled by Luiz Ruffato, which brings together fifteen short story writers. Two aspects, present in both tales, move the analysis: football and violence.

KEYWORDS: Literature; Football; Violence; Resistance.

Referência

SARMENTO-PANTOJA, Tânia. Futebol em campo minado: representações da violência e da morte em “Cemitério clandestino”, de Ana Paula Maia, e “Ademir”, de Mariant Gallo. FuLiA / UFMG. Belo Horizonte, v. 4, n. 3, p. 24-41, 2019.