“Os campeões do século”: notas sobre a definição da realidade no futebol-espetáculo

Autores

Édison Gastaldo

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Ciências do Esporte

Cidade

Campinas

Volume

v. 22

Número

n. 1

Páginas

p. 105-124

Ano

2000

ISSN

0101-3289

Resumo (pt)

Este artigo tem por objetivo analisar a construção social da realidade no chamado “futebol-espetáculo”, a partir do discurso dos locutores e comentaristas das emissoras de televisão aberta que transmitiram a partida decisiva da Copa do Mundo de 1998, disputada entre as seleções do Brasil e da França. A partir de uma análise comparativa entre as imagens do jogo (geradas pela televisão francesa e, portanto, idênticas para todas as emissoras) e as locuções/comentários de cada uma delas – interpretações das imagens – tomadas como definidoras da realidade do jogo, pode-se evidenciar um amplo painel de representações sobre a sociedade brasileira, o futebol, o papel social do esporte, honra, ética e identidade nacional, entre outros temas, apresentados como “definições da realidade”, na medida em que interpretam/definem “o que”, afinal de contas, está acontecendo dentro de campo.

Referência

GASTALDO, Édison. “Os campeões do século”: notas sobre a definição da realidade no futebol-espetáculo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas, v. 22, n. 1, p. 105-124, 2000.