Futebol operário e identidade socioespacial

Autores

Lucas Batista Barcelos

Subtítulo

usina Paraíso, Paraíso Futebol Clube e sua comunidade

Orientador

Gustavo Siqueira da Silva

Banca

Helio Gomes Filho, Luiz Carlos Berçot

Faculdade / Instituição

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Tipo

TCC

Área de concentração

Licenciado em Geografia

Ano

2019

Páginas

76

Cidade

Campos dos Goytacazes

Resumo (pt)

Cunhado como clube mais antigo dentre os formados no seio das usinas de açúcar de Campos dos Goytacazes, o Paraíso Futebol Clube de Tócos representa a sua localidade no que tange a memória do futebol campista. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi contribuir com a Geografia através dos estudos futebolísticos, além de analisar as relações de identidade local presente em Tócos em consonância entre os moradores do distrito, o Paraíso Futebol Clube e a Usina Paraíso. Para isso, foram realizadas leituras bibliográficas sobre a temática do futebol, da economia do Norte Fluminense e sobre a história do clube e da usina supracitados, além de entrevistas exercidas com moradores e comerciantes de Tócos, funcionários e ex-funcionários da Usina Paraíso, diretores, ex-diretores e pessoas que já atuaram no Paraíso Futebol Clube. Os resultados evidenciam que ainda há essa associação simbólica e identitária dos moradores do Distrito de Tócos entre a tríade posta em cheque no trabalho, embora alguns indivíduos afirma que esta questão apenas é marca pretérita.

Palavras-chave: Futebol; Usina; Identidade

Abstract

Coined as the oldest club among the graduates of the Campos dos Goytacazes sugar mills, Paraíso Futebol Clube de Tócos represents its location with regard to the memory of camper soccer. Thus, the objective of the work was to contribute to geography through soccer studies, and to analyze the local identity relations present in Tócos in consonance between the residents of the district, Paraíso Futebol Clube and Usina Paraíso. To this end, bibliographic readings were made on the theme of football, the economy of the North Fluminense and the history of the club and plant mentioned above, as well as interviews with residents and traders of Tócos, employees and former employees of Usina Paraíso, directors , former directors and people who have worked at Paraíso Futebol Clube. The results show that there is still this symbolic and identity association of the residents of the district of Tócos between the triad put in check at work, although some individuals claim that this issue is only a past mark.

Keywords: Soccer; Power plant; Identity.

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 13

2 FUTEBOL, TERRITÓRIO E ESPAÇO, 15
2.1 Futebol e Imperialismo Britânico no século XIX, 15
2.2 Geografia, próteses e mecanização do território, 23
2.3 Geografia dos esportes, 27

3 MOENDAS E CHAMINÉS: A IMPORTÂNCIA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES NA ECONOMIA REGIONAL (SÉCULO XVI-FINAL DO SÉCULO XX), 30
3.1 Economia colonial e escravista no Norte Fluminense (século XVI -século XIX), 30
3.2 A Era das Usinas (início século XX – anos 70), 33
3.3 Entre máquinas e campos de bola, 36

4 A BOLA ROLA E A USINA MÓI EM TÓCOS, 41
4.1 Usina Paraíso, 41
4.2 Paraíso Futebol Clube, 44
4.3 Usina, cancha, distrito e identidade socioespacial, 49

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 54

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS, 55
ANEXO, 59

Referência

BARCELOS, Lucas Batista. Futebol operário e identidade socioespacial: usina Paraíso, Paraíso Futebol Clube e sua comunidade. 2019. 76 f. TCC (Licenciado em Geografia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense, Campos dos Goytacazes, 2019.