Gestão de carreira esportiva

Autores

Luciana Ferreira Angelo

Subtítulo

uma história a ser contada no futebol

Orientador

Katia Rubio

Banca

Flávia da Cunha Melo Bastos, Gislane Ferreira de Melo, Marcelo Afonso Ribeiro, Ary José Rocco Junior

Faculdade / Instituição

Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo

Tipo

Tese

Área de concentração

Doutorado em Ciências

Ano

2014

Páginas

131

Cidade

São Paulo

Resumo (pt)

São poucos os estudos sobre gestão de carreira esportiva abordando os processos de transição, seus ciclos e a pós-carreira atlética nas Ciências do Esporte. É também incomum o uso de métodos de pesquisa que utilizam entrevistas abertas com atletas e pós-atletas que abordam de forma abrangente a vida do atleta onde esse tópico está inserido. No caso específico do futebol o jornalismo de uma forma geral costuma explorar esse tema, principalmente com a intenção de denunciar situações que contradizem o glamour e a visibilidade que o atleta vive durante a fase produtiva da carreira. A modalidade foi escolhida pelo poder de influência nas políticas públicas nacionais, e por apresentar um grupo expressivo de atletas que vivenciou tanto a fase amadora quanto a profissional. O objetivo desta pesquisa foi identificar e analisar como se dá o processo de gestão da carreira esportiva entre atletas olímpicos do futebol que também viveram uma carreira longeva no futebol profissional a partir da perspectiva da transformação da identidade nos diferentes ciclos que compõem a carreira do atleta. Busca discutir os processos de formação de identidade atlética, bem como as formas de gestão profissional da carreira esportiva apontando significados e sentidos no decorrer do seu desenvolvimento, em sua finalização e na construção de uma nova carreira. Para tanto foram intencionalmente selecionados 12 atletas, 10 deles já afastados da atividade profissional e 02 atletas ainda em atividade, todos eles acima de 33 anos de idade, originários de várias regiões do Brasil. O método utilizado foi as narrativas biográficas de atletas brasileiros que fizeram parte de pelo menos uma seleção brasileira que participou de uma edição dos Jogos Olímpicos entre as décadas de 1960 e 2000. A tese defende que a gestão da carreira esportiva é feita na relação que o indivíduo tem com sua carreira subjetiva e com a carreira construída socialmente, viabilizando o conceito de carreira como projeto de vida seguindo as ideias propostas pelo paradigma Life Design.
Palavras chaves: psicologia do esporte, esporte, Jogos Olímpicos, identidade profissional; futebol.

Abstract

There are few studies about sports management career addressing the processes of transition, their cycles and post athletic career in sports science. It is also unusual using research methods that use open interviews with athletes and post athletes which approach in a widely way the athlete’s life where this topic is inserted. In the specific case of football, journalism in general, tends to explore this topic, principally intending to report situations that contradict the glamour and visibility that the athlete lives during his productive phase of the career. The modality was chosen by the influence power in national public policies, and for presenting an impressive group of athletes who experienced both amateur and professional phases. The objective of this research was to identify and analyze how it is the process of managing career among Olympic athletes in football who also lived one long-lived career in professional football from the perspective of identity transformation in the different cycles that make up the athlete’s career. It is worth to discuss the formation processes of athletic identity, as well as the ways of management of professional sports career pointing its meanings and feelings during its development, in its finalization and in the construction of a new career. However, it was intentionally selected 12 athletes, 10 of them already removed from the professional activity, and 2 others yet in activity, all of them over 33 years old from several parts of Brazil. For both, the method used was the biographical narratives of Brazilian athletes who took part of at least one Brazilian team that participated of an edition of the Olympic Games between the decades of 1960 and 2000. The thesis argues that the management of sports career is made based on the relation the individual has with his subjective career and the career socially built enabling the career concept as a life project following the ideas proposed by the paradigm, Life Design.
Key-words: sport psychology, sports, Olympic Games, identity professional, football.

Sumário

Introdução, 3

Objetivo, 9

Método, 10
Processo Metodológico, 11
O ato de contar uma história de vida, 15

Justificativa, 17
Por que Futebol?, 17
Processo de formação de identidade, 19
Esporte moderno e o processo de identidade profissional, 24
REFERENCIAL TEÓRICO, 27

1. Esporte, 27
1.1 Origens do Esporte Moderno, 27
1.2 O profissionalismo, 30
1.3 E o futebol…, 31
1.4 Futebol nacional: como o Brasil se tornou o “país do futebol”?, 37
Relatos sobre a prática, 38

2. O mundo do trabalho, 48
2.1 O sentido do trabalho, 48
2.2 Profissão: atleta profissional de futebol, 51

3. Carreira, 57
3.1 Concepção de carreira, 58
3.2 Identidade profissional, 62
3.3 Carreira esportiva… carreira atlética, 66
3.4 Programas de Transição de Carreira, 75

Apresentação e análise da pesquisa, 78

Análise e discussões, 85

Discussão de resultados, 109

Considerações finais, 116

Futuros e desafios, 117

Limitações do estudo, 117

Referências bibliográficas, 118

Apêndices

Referência

ANGELO, Luciana Ferreira. Gestão de carreira esportiva: uma história a ser contada no futebol. 2014. 131 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.