Governança desportiva: uma inflexão da governança global?

Autores

Juliano Oliveira Pizarro

Periódico / Revista

Revista De Relaciones Internacionales, Estrategia Y Seguridad

Cidade

Bogotá

Volume

v. 13

Número

n. 1

Páginas

p. 195-219

Ano

2017

ISSN

1909-3063

Resumo (pt)

É a partir da percepção da chamada governança global que a presente pesquisa parte, onde há espaço para o surgimento de diversos atores –que exercem governanças específicas– compreendendo nesse cenário o esporte e especialmente o futebol como um importante mecanismo social e cultural que sofre impactos diretos dos processos de globalização. A pesquisa baseia-se em fontes bibliográficas, documentais, sites e pesquisas já realizadas sobre o objeto. Observou-se que entidades de governança desportiva, em especial a Fédération Internationale de Football Association (FIFA), são organizações não –governamentais que se auto apresentam como instituições sem fins lucrativos, apesar do comportamento oscilar por vezes como mercado, expressando características híbridas e contraditórias na dinâmica da governança global– ora como empresa multinacional, ora como organização do Terceiro Setor, ora como instituição internacional.

Palavras-chave: relações internacionais; governança global; governança desportiva; terceiro setor

Abstract

It is from the perception of called global governance that the research part, whe-re there is a space for the emergence of different actors –that perform specific governances– including in this scenario the sport, especially the football, as an important social and cultural mechanism that is directly impacted for globaliza-tion processes. The research is based on sources bibliographical, documentary, websites and research already carried out on the object. It was observed that sport governance bodies, in particular FIFA, non-governmental organizations have as non-profit institutions, despite the behavior oscillate sometimes as mar-ket, expressing hybrid and contradictory characteristics in the dynamics of global governance – as a multinational company, or as the Third Sector organization, or as an international institution.
Keywords: international relations; global governance; sports governance; third sector.

Resumo (outro idioma)

Es a partir de la percepción de la llamada gobernanza global que parte la investigación actual, donde hay espacio para el surgimiento de diferentes actores que realizan gobernanzas específicas– incluyendo en este escenario el deporte y especialmente el fútbol como un mecanismo social y cultural importante, que es directamente afectada por los procesos de globalización. La investigación se basa en fuentes bibliográficas, documentales, sitios web e investigaciones ya realizadas sobre el objeto. Se observó que los órganos de gobierno deportivos, en especial la FIFA, son organizaciones no gubernamentales que se presentan como instituciones sin fines de lucro, a pesar del comportamiento que oscile a veces como mercado, expresando características híbridas y contradictorias en la dinámica de la gobernanza global, ora como una multinacional, ora como una organización del Tercer Sector, ora como una institución internacional.

Palabras clave: relaciones internacionales; gobernanza global; gobernanza del deporte; tercer sector

Referência

PIZARRO, Juliano Oliveira. Governança desportiva: uma inflexão da governança global?. Revista De Relaciones Internacionales, Estrategia Y Seguridad. Bogotá, v. 13, n. 1, p. 195-219, 2017.