Identidades “Raciais” e Identidades Nacionais: as representações do Corpo Negro na Construção do “Estilo Brasileiro de Jogar Futebol

Autores

Bruno Otávio de Lacerda Abrahão, Próspero Brum Paoli, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Periódico / Revista

Movimento

Cidade

Porto Alegre

Volume

v.17

Número

n.2

Páginas

p.195-210

Área de concentração

Educação Física

ISSN

0104754X

Resumo (pt)

Os autores analisaram as representações socialmente construídas sobre a “raça negra” e a sua contribuição para a elaboração identitária do “estilo brasileiro de jogar futebol”. Investigaram a literatura antropológica do tema e realizaram entrevistas semiestruturadas com os treinadores das categorias de base e profissional, questionando-os se reconheciam diferenças nas formas de jogar no Brasil, em função das diferentes regiões. As respostas atualizam a tradição do “estilo à brasileira” – o futebol-arte – polarizando-o futebol-força. As justificativas sobre a estética do estilo brasileiro se valeram da ideologia da mestiçagem e da participação dos negros nesse processo.

 

Abstract

The authors examined the social representations built on the “black race” and its contribution to the identity development of the “Brazilian way of playing soccer”. They investigated the anthropological literature of the subject and made semistructured interviews with the coaches of juniors and the professional categories, asking them if they recognized any differences in how soccer is played in Brazil, according to different regions. The given answers update the tradition of “Brazilian-style” – the Soccer-art – that polarizes the Soccer-force. The justifications on aesthetics of the Brazilian style drew on the ideology of miscegenation and the participation of African Americans in this process.

Resumo (outro idioma)

Los autores examinaron las representaciones sociales construidas sobre la “raza negro” y su contribución al desarrollo de la identidad del “estilo brasileño de jugar al fútbol”. Investigaran la literatura antropológica sobre el tema y hicieran entrevistas semi-estructuradas con los entrenadores de las categorías juvenil y profesional, preguntándoles si reconocen diferencias en las formas de se jugar al fútbol en Brasil, según las diferentes regiones. La respuestas actualizaran la tradición del “estilo brasileño” – el Fútbol-arte – polarizando el Fútbol-fuerza. Las justificaciones de la estética del estilo brasileño se basó en la ideología del mestizaje y de la participación de los negros en este proceso.

Observações

Confira o site da revista: www.seer.ufrgs.br/Movimento/index

Referência

ABRAHãO, Bruno Otávio de Lacerda; PAOLI, Próspero Brum; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. Identidades “Raciais” e Identidades Nacionais: as representações do Corpo Negro na Construção do “Estilo Brasileiro de Jogar Futebol. Movimento. Porto Alegre, v.17, n.2, p.195-210, 2011.